Trabalho de relacionamento com a imprensa da Ideias&Efeito coloca startup Samplify em destaque publicado em: 01/02/2019

A Samplify (www.samplify.com.br), plataforma de marketing B2B que distribui brindes para o consumidor em escala nacional, completou dois anos de operação com o registro de mais de 11 milhões de amostras e produtos entregues para o consumidor. Bauducco, Avon, Nestlé, Coca-Cola, Hershey´s, Kimberly Clark e Unilever são alguns dos clientes que já aderiram ao modelo. E boa parte deste sucesso vem do trabalho da agência Ideias&Efeito, associada da Aberje, no trabalho junto à imprensa nacional.

Uma das principais estratégias adotadas pela marca para ganhar visibilidade entre as indústrias de bens de consumo, redes parceiras em potencial e o consumidor final é o trabalho de Relações Públicas, que abrange assessoria de imprensa, participação da empresa em competições entre startups, palestras do CEO da startup, Ernesto Villela, em diversos eventos de comunicação, marketing e empreendedorismo, entre outras ações. “Um plano de imprensa bem desenhado e o relacionamento estratégico com jornalistas selecionados são fundamentais para que as ideias inovadoras da Samplify e de seu CEO cheguem aos profissionais de comunicação e marketing, fazendo-os enxergar a importância da experimentação na divulgação de produtos”,comenta Audrei Franco, diretora da Ideias & Efeito.A marca foi destaque em veículos como Globo News, jornais Valor Econômico e O Estado de S. Paulo, revista Exame e portal UOL.

A startup simplificou a forma como as empresas de bens de consumo promovem seus produtos para o consumidor final e trouxe escala para um dos formatos mais antigos de marketing: o sampling. “Nosso maior insight é que o consumidor quer experimentar as coisas antes de comprá-las e a indústria tem bastante dificuldade em satisfazer essa carência”, afirma Ernesto. Ele é empreendedor reconhecido pelo mercado e pelo Instituto Endeavor pela criação e consolidação de outra empresa de bastante sucesso na área de marketing e ativação, a Enox. “Geramos inovação para uma prática bastante adotada pelo mercado e aliamos qualidade, agilidade e capilaridade”, diz.

Na Samplify, a ideia é que as pessoas possam provar produtos em fase de lançamento ou retomar o contato com marcas e itens – os chamados bens de consumo embalados ou CPG, na sigla em inglês – a fim de inseri-los em seus hábitos de compra. O resultado é refletido em aumento de vendas. O consumidor fica feliz ao receber algo gratuitamente, agregando relevância à imagem do produto e da loja que o entregou.

O principal ativo da startup é sua tecnologia. Foi desenvolvida internamente para integrar a cadeia logística das ações e dar aos clientes a possibilidade de construir orçamentos de sampling em poucos minutos e com diferentes modelos de segmentação, seja para uma cidade x, ou um público-alvo específico.

Com investimento também na criação de metodologias próprias de mensuração de resultados, a empresa consegue comprovar o aumento da intenção de compra, conversão e calcular o ROI das ações realizadas para seus clientes. O sell out do comércio no entorno das regiões onde as ativações acontecem são monitorados para comprovar o incremento em vendas. “É importante medir a eficiência do sampling, por isso direcionamos grande parte dos nossos recursos ao acompanhamento de performance”, explica Villela.

Ainda como ativo de valor e que viabiliza o core business da Samplify, está a rede parceira de mais de três mil pontos do varejo e estabelecimentos comerciais em diversos nichos: lojas de departamento, salões de beleza, academias, bares, restaurantes, lojas de brinquedo, lojas de moda infantil, lojas de grife, universidades, campos e quadras de futebol amador. É através dessa rede que a startup consegue acessar o consumidor, já que a distribuição das amostras entra de forma natural na atividade dos estabelecimentos, por meio de seus próprios colaboradores.

Além da automação da fase inicial do processo, a proposta é altamente competitiva por não envolver promotores, reduzindo o custo final e tornando-a tão atraente quanto um investimento em Adwords, por exemplo. A solução também colabora para diminuir os desperdícios na cadeia produtiva da indústria, que comumente descarta parte de sua produção por questões como overstocking e proximidade de datas de vencimento.

Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *