Organização

  • Sobre a iniciativa

    A Aliança é uma iniciativa da Aberje que surge no LiderCom – grupo de Liderança da Comunicação das empresas associadas à entidade – para conscientizar os funcionários e demais stakeholders das empresas na prevenção e combate às fake news, de modo a conter campanhas de desinformação e reverberar na sociedade a importância de conteúdos que sigam os parâmetros éticos das atividades de comunicação – publicidade, relações públicas e marketing – e os rígidos protocolos jornalísticos de apuração, edição e distribuição. A Aberje já tem uma parceria com a AFP – Agence France Presse na frente de fact check, compartilhando checagens da agência.

  • Princípios

    A “Aliança Aberje de Combate às Fake News – movimento empresarial contra a desinformação” é baseada no código de princípios do International Fack-cheking Network, do Poynter Institute, que prevê uma lista de cinco grandes compromissos.

    1. COMPROMISSO COM O NÃO-PARTIDARISMO
    2. COMPROMISSO COM AS FONTES
    3. COMPROMISSO COM A PRESTAÇÃO DE CONTAS
    4. COMPROMISSO COM A TRANSPARÊNCIA
    5. COMPROMISSO COM A HONESTIDADE
  • Objetivos

    A “Aliança Aberje de Combate às Fake News – movimento empresarial contra a desinformação” é uma convocação das lideranças de comunicação das empresas a capacitarem seus empregados em educação midiática.

    Dentro do âmbito da Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG, na sigla em inglês), o objetivo é fazer dos colaboradores, além de pessoas mais infensas a fake news, agentes multiplicadores no combate à desinformação.

  • Por que falar disso nas organizações?

    A Aberje foi uma das primeiras entidades empresariais a se debruçar sobre a questão das fake news. Em 2018, realizou a pesquisa “Fake News: Desafios das Organizações” para identificar como as empresas tratavam o tema. De início, descobriu-se que 85% das organizações estavam bastante preocupadas com as campanhas de desinformação e seus efeitos.

    Com o recente crescimento do fenômeno das fake news, o resultado é que as organizações hoje se sentem naturalmente mais ameaçadas por agressões internas ou externas à marca.

    Além disso, o custo das fake news para a sociedade são muito altos (inclusive para o setor empresarial). Um estudo da Universidade de Baltimore nos Estados Unidos mostra que as notícias falsas somam um prejuízo de US$ 78 bilhões por ano em todo o mundo.

    Foi por essa razão que o LiderCom, grupo de liderança da comunicação empresarial, decidiu eleger o tema como uma das prioridades do setor e lançar um movimento formal de combate às fake news.

  • Como participar

    As empresas associadas à Aberje que quiserem participar da “Aliança Aberje de Combate às Fake News – movimento empresarial contra a desinformação” podem entrar em contato com os responsáveis da iniciativa pelo e-mail: lidercom@aberje.com.br