BNDES fortalece controles sobre a atividade de abate de bovinos
24 de dezembro de 2021
  • English

·        Novos contratos com abatedouros passarão por auditoria anuais
·        Clientes terão que comprovar que cadeia produtiva cumpre regras socioambientais já previstas nos contratos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai ampliar a fiscalização à cadeia produtiva de abate de bovinos. Novos contratos terão que passar a apresentar, anualmente, uma auditoria independente para comprovar que todos os fornecedores da cadeia cumprem os requisitos socioambientais, tais como não estarem incluídos na lista de áreas embargadas mantida pelo IBAMA e não terem sido condenados por infrações penais relativas a desmatamento. A medida está em linha com a demanda da sociedade brasileira que, cada vez mais, zela pelo controle dos riscos socioambientais das atividades econômicas.

Para o apoio a beneficiários que possuem, dentre suas atividades, o abate de bovinos, o BNDES já exige o cadastro de fornecedores diretos e sistema implementado com procedimentos para a compra de gado, de modo a mitigar os riscos socioambientais. No sistema devem constar apenas aqueles fornecedores que, após avaliação, comprovarem o cumprimento de requisitos socioambientais. A auditoria anual será exigida até a amortização dos contratos, assegurando que estes procedimentos estão sendo cumpridos, ficando as operações sujeitas, em caso de descumprimento, ao vencimento antecipado e aplicação de multa contratual. A medida vale para operações protocoladas no BNDES a partir de 3 de janeiro de 2022.

Os financiamentos aos abatedouros são concedidos, em sua maioria, na modalidade indireta automática, realizados por meio das instituições financeiras credenciadas. São elas as responsáveis pela análise cadastral e de crédito da empresa, enquadramento nas linhas e programas do BNDES disponíveis,  assim como pela fiscalização da aplicação dos recursos e atendimento das condições contratuais. A partir da implementação desse novo procedimento, os clientes deverão contratar auditorias independentes e encaminhar os resultados às instituições financeiras, que, por sua vez, deverão comunicar ao BNDES eventuais irregularidades constatadas.

Com a medida, o BNDES espera assegurar o cumprimento de suas regras para o apoio à cadeia produtiva de abate de bovinos, segmento importante na economia brasileira e na pauta de exportações do país.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.