fbpx
×

Trabalho remoto: Tendências e impactos na comunicação

Redação Portal Aberje

A Comunicação na era do Anywhere Office foi tema edição do Conversas de Quintal

Por Aurora Ayres

De casa, de um café, de um coworking, viajando, na praia… Graças à tecnologia, a liberdade para escolher o local de trabalho é hoje uma aliada do modo remoto de se trabalhar. É o mundo simulando a casa e o escritório, a chamada era do Anywhere Office. O assunto foi abordado na 3ªedição do Conversas de Quintal, promovido em parceria com a associada Quintal22 e realizado no auditório da Aberje, no último dia 12. Na ocasião, cases da Tetra Pak, Oxiteno e Mercedes-Benz mostraram de que forma é possível manter engajado o colaborador que está longe, quais ferramentas  e estratégias estão sendo utilizadas por essas empresas, entre outros pontos.

Hamilton dos Santos faz a abertura do evento

Foi-se o tempo em que as pessoas trabalhavam agrupadas, como na era dos espaços tayloristas ou em baias individuais. Em um mundo sem fronteiras, repensar estratégias e operacionalizar novas práticas é um movimento urgente e necessário. Mas, quando as distâncias se alongam, como fazer para manter os laços e o colaborador engajado? Segundo pesquisa do site FlexJobs, 76% dos trabalhadores americanos preferem executar suas tarefas fora do escritório. Outro dado mostra que 82% dos entrevistados afirmaram que seriam mais leais à empresa onde trabalham se ela oferecesse o benefício de um programa de trabalho remoto. 

Trabalhar de home office é um modo de confiar que as pessoas estão engajadas e que elas estão realizando o seu trabalho, independente de local ou de horário. Sem contar que evita o estresse diário causado pelos deslocamentos, principalmente nos grandes centros. Pesquisa da SurePayRoll, aponta que 86% dos trabalhadores dizem atingir produtividade máxima quando trabalham sozinhos e 2/3 dos gestores garantem que seus liderados que estão remotos aumentam a sua produtividade. 

Por enquanto, o e-mail é o principal veículo de comunicação interna das empresas (24%), de acordo com pesquisa de 2019 da Aberje feita com profissionais da comunicação, mas as grandes organizações (36%) já planejam começar a utilizar apps para dispositivos móveis na comunicação interna e 19% planejam intensificar o uso de apps para dispositivos móveis, segundo levantamento da SocialBase + Ação Integrada. Dados do Facebook apontam mais de 30 mil organizações usam Workplace ao redor do mundo e 85% das empresas citadas na Fortune 500 usam Yammer, segundo a Microsoft. 

Cases

Uma dessas empresas que promovem o uso da plataforma Yammer entre seus colaboradores é a Tetra Pak, multinacional de origem sueca, que fabrica embalagens para alimentos. Para falar sobre as boas práticas dessa ferramenta com cerca de 5 mil pessoas que atuam nas unidades das Américas, uma das convidadas deste encontro foi Andreza Rodrigues, gerente de Comunicação Interna da companhia. 

Ela conta que a primeira experiência da Tetra Pak com esse tipo plataforma foi com o Workplace, em 2017. Depois de um ano, a decisão foi mudar para o Yammer e para isso foi preciso vencer alguns desafios até chegar no êxito. “Tivemos que eliminar o estigma da dificuldade de lidar com essa ferramenta e mostrar aos funcionários a facilidade de navegação que a plataforma possui”, comenta Andreza.

Para promover familiaridade dos trabalhadores com a ferramenta e gerar rotina de acesso, algumas medidas foram adotadas. “Tivemos que ir onde o colaborador estava e ver de perto quais eram as suas dificuldades. Para trazer atratividade ao canal, aliamos ações estratégicas como campanhas de cunho emocional com comunicações pontuais. Isso aumentou a interação e a percepção foi positiva para o canal”, conta a executiva.

Com a finalidade de engajar ainda mais seus colaboradores em seus eventos, o Instagram passou a fazer parte do dia a dia dos colaboradores brasileiros da Mercedes-Benz, famosa marca alemã de automóveis. Para isso, a tradicional revista da companhia, impressa por mais de 20 anos, foi substituída pela rede social. De acordo com Camila Franco, gerente de Comunicação Corporativa no Brasil, as edições não conseguiam mais acompanhar a velocidade das notícias, além do alto custo de impressão. Foi quando os funcionários passaram a interagir com a Social Intranet, em novembro de 2018. “Mas percebemos que ainda havia um gap para chegar aos familiares e fãs da marca por ser mais limitada, então optamos por essa rede no início do ano passado”, conta.

Cativar cerca de 10 mil colaboradores foi um desafio, mas muitos já compartilhavam notícias pela rede, fomentando o sentimento de inovar e compartilhar experiências. Além disso, a alta liderança já utilizava o Instagram. “Os objetivos devem ser bem declarados. Temos que manter o colaborador informado sobre o que acontece na empresa e fazer com que se sinta orgulhoso do lugar onde trabalha”, reforça Camila, elencando as métricas de sucesso da plataforma como likes, visualizações, engajamento, ser referência, ser recomendado, visibilidade, ser fonte e o aumento do senso de pertencimento. 

Esse senso de pertencimento é muito manifestado pelas gerações Millenium e Z. “As novas gerações querem trabalhar em empresas que têm um propósito e não apenas fazer carreiras e ter bons salários”, argumentou Janaína Polatto, coordenadora de Comunicação Interna da Oxiteno, empresa química do Grupo Ultra.

Atendendo às novas necessidades da empresa, que está passando por uma transformação cultural, estão sendo implementadas novas estratégias na comunicação interna da empresa. De acordo com Janaína, essa mudança ocorre por meio da abertura e inovação propondo o reconhecimento de ideias, pessoas e equipes, a aproximação dos líderes e seus times e informação mais acessível de forma mais rápida.

A executiva conta que o processo de implantação do primeiro canal de comunicação da Oxiteno, o Workplace demorou 11 meses. O mapeamento dos stakeholders internos e o envolvimento de todos foi feito em etapas. “A estratégia foi super acertada. Elaboramos um programa de influenciadores, o Digital Experts, com 67 participantes. Eles foram capacitados para promover a plataforma e estimular a troca de conhecimentos e experiências”, explica, acrescentando que vê a implantação da ferramenta, que já trouxe os primeiros resultados, como uma jornada de evolução cultural da companhia.

Os dez mandamentos da Comunicação Anywhere

Elaborado por Quintal22

1. Conheça bem o seu público. 
2. Defina o canal e deixe claro como funciona.  
3. Envolva a liderança.  
4. Engaje seu público. 
5. Incentive o público a ser protagonista.  
6. Não esqueça do face a face.  
7. Crie e utilize uma rede de influenciadores. 
8. Defina metas. 
9. Mensure tudo. 
10. Não tenha medo de mudar de estratégia.