João Rodarte, fundador e presidente da CDN Comunicação, agência associada à Aberje, escreveu na quinta-feira, 8 de junho, no caderno Tendências/Debates da Folha de S. Paulo. No artigo, intitulado “Empresas e imprensa na era do compliance”, o executivo defende a ampliação das práticas de compliance – a conformidade com as leis e a com ética – nas empresas.

Rodarte analisa que, ao priorizarem o tema, as companhias estão se adequando às exigências da sociedade, que pedem cada vez mais por transparência. Essa demanda exige esforços múltiplos em comunicação: dentro da companhia, exige-se constante comunicação interna e treinamento dos funcionários; para fora da empresa, o relacionamento com a imprensa é fundamental. “As companhias, mesmo as de capital fechado, precisam ser transparentes, abrir as suas portas, seus fatos e dados para a imprensa, que, por sua vez, para dar conta da demanda da sociedade, deve se aparelhar. Repórteres precisam dominar o tema do compliance. Editores devem priorizá-lo”, afirma.

Desse modo, existe um desafio (e oportunidade) no jornalismo em fiscalizar as empresas “de forma tão eficiente quanto faz em relação aos poderes públicos”. Segundo Rodarte, caso as empresas e a imprensa vençam esse desafio, a sociedade sairá beneficiada.

Leia o artigo na íntegra no site da Folha de S.Paulo.

João Rodarte (Foto: Evandro Moreas)

João Rodarte (Foto: Evandro Moreas)