fbpx
×

Estudo aponta os influenciadores digitais que se destacaram com conteúdos ligados ao Covid-19

Rede Aberje

A Spark, empresa especializada em fazer ações de marketing de influência, realizou um estudo sobre engajamento e interação entre creators e seguidores relacionados ao tema Covid-19. O levantamento foi realizado entre os dias 1 de janeiro e 17 de março e levou em consideração os mil perfis Brasileiros do Instagram que mais comentaram sobre o assunto.

No período analisado, foram aferidas mais de 120 milhões de impressões nos posts sobre o assunto – considerando apenas postagens em formato foto e vídeo no mural, não contabilizando os “stories” -, que geraram mais de 8 milhões de interações com o conteúdo.

De acordo com o levantamento, os cinco perfis que tiveram maior volume absoluto de interações em conteúdos relacionados ao assunto foram Whindersson Nunes (39M de seguidores), Roberto Firmino (12,9M), Ludmilla (20,9M), Tirullipa (Everson Silva – 16M) e Gabriela Pugliesi (4,5M). A influenciadora fitness, que foi diagnosticada com o vírus, teve um crescimento de mais de 120 mil seguidores no dia que anunciou seu diagnóstico, quando passou a compartilhar informações, cuidados do dia-a-dia e prevenções a seus seguidores.

Já os perfis com maior taxa de engajamento, ou seja, o maior percentual obtido pela correlação entre o total de interações obtidas com o total de usuários impactados com a publicação foram Maicon Kuster (329 mil seguidores) com mais de 25% de taxa de engajamento, Atila Iamarino (293 mil), Leozito Rocha (1M), Dj Pedro Sampaio (2,4M) e Young Mascka (239 mil).”No levantamento, nota-se que não só profissionais ligados a saúde e órgão do governo tiveram relevância na temática, já que temos perfis que variam entre atletas, humoristas e cantores liderando o ranking de engajamento”, comenta Rafael Coca, sócio-fundador da Spark.

Os Influenciadores que publicaram sobre coronavírus tiveram uma taxa de engajamento média aumentada em 1,2x vezes em relação às suas publicações tradicionais. “Os dados reforçam a relevância dos influenciadores digitais como veículos de comunicação, assim como sua responsabilidade em levar informação qualificada para sua audiência. O trabalho educativo bem como iniciativas de entretenimento disseminadas a um amplo público de seguidores é de grande importância nesse momento”, explica Coca.

Além de conteúdos reforçando a seriedade do assunto, alguns influenciadores digitais desenvolveram novos formatos para realização de projetos que até então aconteciam de forma presencial, com o objetivo de estimular as pessoas a ficarem em casa. Dentre as iniciativas, destaca-se o GE Festival, realizado pelo Garotas Estúpidas, de Camila Coutinho, que acontecerá no formato LIVE, com show da Giulia Be, stand up com Mônica Martelli e treinos com os professores de educação física Cau Saad e Norton Mello, entre outras iniciativas.