×

Aberje tem novo representante oficial no estado do Rio de Janeiro

Redação Portal Aberje

Philipe Deschamps Dias, gerente de Relacionamento com Imprensa e Comunicação Interna da BR Distribuidora, passa agora a desempenhar outra função estratégica em sua carreira: foi nomeado como Diretor do Capítulo Rio de Janeiro da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial a partir deste início de agosto de 2019.

A representação da entidade pretende cumprir a função social de promover a comunicação nas organizações, gerar conhecimento e fortalecer o papel estratégico do comunicador, tornando o trabalho da Aberje uma referência no tema na região e gerando uma percepção positiva para a entidade e para o próprio movimento associativo. Trata-se de uma continuidade do trabalho iniciado na metade de 2018 pela gestão de Gustavo Ferro, então gerente executivo de Comunicação, Marcas e Sustentabilidade da BR Distribuidora.

Philipe é jornalista formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com MBA em Gestão Empresarial (CEFET) e Mestrado em Administração de Empresas pela PUC-IAG. Iniciou carreira em 1999, com passagens pelo jornalismo de rádio, TV Globo e Record. Passou em seguida para o mercado corporativo, atuando nas áreas de Marketing, Serviços, Novos Negócios e Projetos no Ponto Frio, onde permaneceu por 8 anos. Na EBC (Empresa Brasil de Comunicação), foi coordenador nacional do Departamento de Esportes das rádios da emissora e comentarista esportivo da Rádio Nacional e da TV Brasil. Liderou a cobertura da Rádio Nacional na Copa do Mundo de 2014 e, após a Copa, foi para a BR, onde está desde agosto de 2014.

As atribuições de Philipe na Aberje vão envolver divulgar as atividades nacionais da associação e incentivar a participação dos associados, bem como criar e implementar um calendário de ações locais. Outra parte do cargo envolve a identificação e armazenando dados sobre a atividade de Comunicação em empresas e instituições da região, devolvendo insights relevantes para tomada de decisão das estruturas de comunicação vinculadas à entidade. Para Hamilton dos Santos, Diretor Geral da Aberje, a proposta é acelerar o processo de reunião produtiva dos atuais associados e lançar bases para buscar novos integrantes, sempre tendo como prioridade o estabelecimento de discussões sobre o mercado e os profissionais de comunicação empresarial.

São associados da Aberje no Rio: Agence France-Presse, UHG Brasil, Enel Distribuição Rio, Enel Cien, Enel Green Power, Arteris Fluminense, Banco do Brasil, Centro Cultural do Banco do Brasil, BNDES, Bayer, Bradesco Seguros, Braskem, Brookfield, Naturgy, Eletrobrás, Concer, Energisa, IBM, Ipiranga, Light, Mattos Filho Advogados, Mongeral Aegon, Neoenergia, Nissan, Nova Transportadora do Sudeste, BR Distribuidora, Coca-Cola, Shell Brasil, Estácio, Sotreq, Souza Cruz, Sulamérica, Ternium, Tegra Incorporadora, Thales Brasil, TIM, Unimed Rio, Unisys Brasil, Vale, White Martins Praxair e Wilson Sons.

E ainda as entidades Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais/Anbima, Associação Brasileira de Instituições Financeiras de Desenvolvimento/ABDE, Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo/CNC, Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta/Fenaseg, Fundação de Seguridade Social Braslight, Fundação Petrobras de Seguridade Social/Petros, Fundação Vale do Rio Doce de Seguridade Social/Valia, Instituto Aço Brasil, Instituto Nacional de Câncer/INCA, Operador Nacional do Sistema Elétrico/ONS e Senac Departamento Nacional.

Também integram a rede da Aberje no estado as consultorias e agências Race Comunicação, Approach, Comtenta, Cortex Intelligence, Diferencial, Edelman, Group Caliber Gestão Marca & Reputação, Info4, Grupo In Press, In Press Media Guide, Insight Comunicação, LLYC,  Makemake, Máquina Cohn & Wolfe, New Ideas, Planin, Repense, FSB Comunicação, Atto Comunicação,Textual, Vbrand e Weber Shandwick. Para Philipe, “o nosso principal desafio é integrar os associados do Rio de Janeiro, construindo uma rede de relevância, relacionamento e intercâmbio constantes. Temos um enorme potencial, com empresas fortes e profissionais altamente qualificados, dispostos a compartilhar experiências e conhecimentos em prol de uma comunicação que é cada vez mais estratégica e fundamental no resultado das organizações”. Segundo ele, é preciso agregar não só os profissionais das empresas para o centro dessas discussões, mas também acadêmicos e estudantes de comunicação, que vão “auxiliar a construir uma comunicação muito mais inclusiva, dialógica e em linha com o que há de mais moderno no mercado”.