A multiplicação dos formatos de distribuição geram novas oportunidades para a Comunicação e o Marketing. A relação entre marcas e consumidores, muitas vezes mediada pelos influenciadores, tem as redes sociais como destino. E nelas o vídeo se mostra a melhor forma para contar histórias e transmitir conteúdos.

Nessa sociedade altamente digitalizada, o Brasil é um dos países mais conectados do mundo e líder no consumo de vídeos nas redes sociais. Levantamento desenvolvido pela Provokers, para o Google – publicado no Meio&Mensagem em 13 de setembro -, identificou que os brasileiros já assistem quantidades de tempo equivalentes na TV e na internet. Em apenas três anos, o consumo de vídeos na web cresceu 90,1%. No mesmo período, o consumo de TV aumentou 3,1%. Do total dos entrevistados 84% já utilizam o smartphone para assistir aos vídeos.

O brasileiro é cada vez mais conectado e demostra enorme adesão às redes sociais. Os números são exponenciais:

 

– Somos, aproximadamente, 139 milhões de internautas,

– 59% dos brasileiros utilizam redes sociais constantemente,

– Metade dos brasileiros acessa a internet por dispositivos móveis,

– Gastamos, em média, 8h50m diárias conectados,

– Dessas 3h40 são nas redes sociais.

 

Antevendo o fenômeno dos vídeos nas redes sociais, em 2001, a BMW foi uma das  pioneiras em trazer produções cinematográficas como conteúdo de marca. A série “The Hire”, com oito curtas metragens, tinha o ator Clive Owen como motorista em diferentes situações. Dirigida por tarimbados profissionais como, Ang Lee, Wong Kar Wai, Guy Ritchie, Alejandro González Iñárritu, John Woo, Joe Carnahan e Tony Scott, esses vídeos até hoje são muito cultuados.

http://bmwfilms.com/

A Volvo repete essa elogiada inspiração, só que agora baseada em vidas reais. Na série “Human made stories” celebra a inovação humana, valoriza storytelling e emociona. Uma belíssima comunicação de marca, criada pela agência inglesa Valenstein & Fatt, para publicação nas redes sociais da companhia suéca e no canal Sky Atlantic. Reitera a filosofia da empresa de que é o ser humano, com seu comportamento, que dirige o mundo e não os carros.

http://www.volvocars.com/uk/about/humanmade/discover-volvo/defiant-pioneers

Veja as belas produções nos vídeos da série:

– Music of the Mind, é sobre uma jovem violinista que sofre acidente que a deixa com graves danos cerebrais.

https://vimeo.com/230146752

– Nemo’s Garden mostra pai e filho, sem experiência agrícola, procurando soluções para assegurar boas colheitas.

https://vimeo.com/230147714

– Maria e Josefin, mostra a ação de duas pessoas que recuperam e reciclam destroços para preservar o meio ambiente de um arquipélago.

https://vimeo.com/182078437

– Erik é sobre o fotógrafo que captura ideias e cria mundos impossíveis que fazem as pessoas pensar.

https://vimeo.com/182076737

– Oliver releva os esforços pode mudar a vida de amputados em todo o mundo.

https://vimeo.com/182079459

O estudo da Millward Brown, AdReaction 2015, já apontava que o conteúdo era o Rei nas plataformas digitais. Nessa web série da Volvo os veículos são colocados em segundo plano. Os vídeos trazem narrativas de impacto através de pessoas que procuram inovar e vencer adversidades. Com produção cuidadosa e conteúdo diferenciado, agregam a qualidade dos filmes comerciais, bela movimentação de câmera e direção de arte impecável.

Em meio à pulverização da audiência no digital as marcas miram o conteúdo criativo. Nesse ambiente a atenção do público é um valor inestimável. Por isso empresas como a Volvo investem em web séries com narrativas impactantes. O resultado tem sido a boa audiência dessas produções, o compartilhamento nas redes e empatia com seus públicos.


Os artigos aqui apresentados não necessariamente refletem a opinião da Aberje e seu conteúdo é de exclusiva responsabilidade do autor.