Sabesp recebe, pela 2ª vez, principal certificação internacional na área de auditoria
01 de julho de 2022
  • English

Certificado QA reconhece alto padrão de qualidade nos trabalhos de auditoria interna


A Sabesp obteve, pela segunda vez, um dos mais importantes
reconhecimentos internacionais na área de governança: o Quality Assessment
(QA), certificação máxima na área de auditoria interna em nível mundial.

A distinção foi concedida à Superintendência de Auditoria pelo The
Institute of Internal Auditors (The IIA), representado no país pelo
Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA Brasil). A entrega ocorreu
nesta terça-feira (28) na sede administrativa da Sabesp, em Pinheiros.

O certificado em QA é um reconhecimento do IIA às auditorias internas que
adotam altos padrões de qualidade em seus trabalhos, de acordo com as
Normas Internacionais para a Prática de Auditoria Interna. Atualmente, no
Brasil, há apenas 28 empresas com essa chancela, entre elas: B3, EDP
Energia, Vivo, Oi, Itaú, Bradesco e Santander.

“O reconhecimento é merecedor pelo trabalho executado pela nossa equipe de
auditoria. Entendemos que uma empresa como a nossa tem desafios maiores
ainda do que as companhias privadas. Temos uma série de controles para
realizarmos nos processos de auditoria. Então, é o cuidado, a dedicação e
a competência que a equipe de auditoria demonstra e é merecedora por esse
prêmio”, disse o diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga.

O certificado tem validade de cinco anos e, para a sua manutenção, as
auditorias internas devem submeter seus processos à avaliação do IIA
Brasil dentro desse prazo. De acordo com Alexandre Rodrigues,
superintendente de Auditoria da Sabesp, comparada às análises realizadas
em 2016, quando a Companhia obteve o QA pela primeira vez, a nova
avaliação foi ainda mais rigorosa e cobrou avanços nos processos internos
da auditoria.

Entre os últimos investimentos nas práticas de governança corporativa da
Sabesp estão a readequação do formato dos relatórios de auditoria,
aprimoramento e detalhamento das análises que ocorrem antes do início dos
trabalhos e complementações adicionais realizadas no processo de
elaboração do Plano Anual de Trabalho da Auditoria, um processo que teve
duração de três meses até sua finalização.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.