Palco Mundo do Rock in Rio Brasil 2022 terá aço Gerdau
24 de maio de 2022
  • English

Em evento na cidade do Rio de Janeiro, a cantora Ivete Sangalo, executivos da maior empresa brasileira produtora de aço e do Rock in Rio detalharam as novidades do novo Palco Mundo, que terá sua cenografia de aço Gerdau 

A cantora que mais vezes subiu ao Palco Mundo na história do Rock in Rio Brasil, o furacão baiano, Ivete Sangalo, foi a porta-voz de uma parceria inédita na história do festival. Em evento na cidade do Rio de Janeiro (RJ), na manhã desta sexta-feira (6), a Gerdau e o Rock in Rio anunciaram detalhes do novo Palco Mundo para a edição de 2022. A estrutura criada para a Cidade do Rock terá um visual mais imponente e ainda mais moderno com quase 200 toneladas de aço, equivalentes a fabricação de 200 carros, que serão utilizadas na cenografia de um dos maiores ícones do evento. Com estrutura modular e com mais de 100 metros lineares de largura e uma altura proporcional a um edifício de 10 andares, o palco será o maior do festival. Para que o público não perca nenhum detalhe dos shows, o palco terá 30 metros de altura e 104 metros de largura — a maior estrutura já feita desde a primeira edição, em 1985. Outra novidade é que o palco será constituído por placas de aço com perfurações aparentes, que serão trabalhadas com iluminação cênica.

Além de reunir jornalistas, influenciadores e convidados, Ivete Sangalo esteve ao lado do diretor-presidente (CEO) da Gerdau, Gustavo Werneck, da vice-presidente executiva do festival, Roberta Medina, e do CEO do Rock in Rio, Luis Justo. Na ocasião, além de divulgar detalhes da estrutura do novo Palco Mundo, um show da artista foi transmitido por meio de redes sociais, que serviu para dar um gostinho de toda a emoção que as pessoas vão viver nesta que será  a maior e melhor edição do Rock in Rio. A cantora baiana também se apresentará no Palco Mundo no dia 11/9, no último dia da edição deste ano.

A escolha da Gerdau, como o aço oficial do Rock in Rio e fornecedora de aço para o Palco Mundo, levou em conta aspectos de sustentabilidade e inovação. A Gerdau é a maior recicladora de sucata metálica da América Latina, o que torna o aço da empresa um produto com intensidade carbônica menor que a média do setor. Além do aspecto ambiental, o processo de reciclagem inclui milhares de cooperativas e pessoas em sua cadeia de geração de renda. Do ponto de vista de inovação, o aço da Gerdau é um produto versátil, flexível e com características perfeitas para uma construção rápida, ágil, segura e com estética futurista.

A parceria com o festival vai ao encontro da grande transformação que a Gerdau vem passando nos últimos anos, buscando ser parte das soluções aos dilemas e desafios da sociedade. “Estamos muito orgulhosos de levar o aço da Gerdau ao maior festival de música e entretenimento do planeta. O mesmo aço que gera milhares de empregos, recicla mais de 11 milhões de toneladas de sucata e proporciona soluções de mobilidade e construção dará palco para alguns dos maiores artistas do mundo, levando esperança e alegria para as milhares de pessoas que acompanham o festival. Essa parceria com o Rock in Rio, que vai muito além do aço, unindo tecnologia e conhecimentos, reforça o processo de modernização e inovação pelo qual a Gerdau tem passado”, afirma Gustavo Werneck, CEO da Gerdau.

O aço é um material 100% reciclável, que pode ser reciclado infinitas vezes sem perder suas propriedades. A reciclagem tem efeitos positivos na mitigação das mudanças climáticas: poupa recursos naturais, reduz o consumo de energia e a emissão de gases de efeito estufa. Atualmente, a Gerdau, que tem 73% de sua produção oriunda da reciclagem de sucata metálica, possui uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa, de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global de seu setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço, segundo os dados de 2020 divulgados pela World Steel Association (worldsteel). Em 2031, as emissões de carbono da companhia vão diminuir para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. A empresa também assumiu a ambição de ser carbono neutro em 2050.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.