Pacto divulga resultados do Índice ESG de Equidade Racial Setorial
08 de julho de 2022
  • English

Metodologia estabelece parâmetro nacional para 25 grandes segmentos da economia e serve como referência para as empresas

Associação Pacto de Promoção da Equidade Racial, iniciativa inovadora que chegou para revolucionar a forma que as empresas e investidores institucionais podem contribuir para equacionar o problema da equidade racial no Brasil, divulga os resultados do primeiro relatório do Índice ESG de Equidade Racial Setorial (IEERS).

A metodologia foi desenvolvida para estabelecer um parâmetro para cada segmento da economia nacional e servir como referência para as empresas que desejam combater a desigualdade racial. O índice também dá uma diretriz para que as empresas possam estabelecer suas próprias metas de desenvolvimento e atingir seus objetivos, com o suporte do Pacto, cuja proposta é implementar um protocolo ESG racial para o Brasil.

Segundo Lucas Cavalcanti, integrante do grupo que desenvolveu a metodologia e o cálculo, o índice tem três subcomponentes: o índice para ocupações de não liderança, gerência e diretoria. “Nesse subcomponente de não- liderança existe uma evolução bastante favorável, nos últimos dez anos, na maior parte dos setores, como mostra o relatório. Entretanto, na gerência e na diretoria essa evolução se mostra mais tímida. Não é tão perceptível”, diz

A pesquisa traz ainda uma subseção com análise especificamente sobre o setor financeiro. Quando comparado com outras áreas, como a de construção civil ou varejista, o setor financeiro tem um grau de desigualdade racial muito maior. E essa desigualdade aumenta conforme o nível de liderança da ocupação. Se nas ocupações de não-liderança já existe muita desigualdade racial, nas ocupações de gerência o nível aumenta e as diretorias são quase que cem por cento brancas.

“O estudo mostra que em alguns grupos do setor financeiro, em particular em bancos de investimentos, o board de diretores das empresas é quase que exclusivamente branco. O índice fica muito próximo do valor máximo dele, que é de -1, que é quando tem total sub-representação de negros”, comenta.

O cálculo do Índice ESG de Equidade Racial para os grandes subsetores da economia muda o foco de empresas específicas e coloca em setores de atividade mais amplos. Ele calcula o índice ESG de equidade racial para cada um dos 25 grandes subsetores da economia, de acordo com a classificação do IBGE É um grande incentivo para a adesão das empresas de auditoria e organizações da sociedade civil ao protocolo ESG racial.

Com o IEERS, todas as empresas podem utilizar os mesmos dados e fazer os mesmos exercícios. Se uma empresa do setor de construção civil, por exemplo, quiser saber como ela está posicionada em relação as outras empresas que atuam no mercado, ela pode verificar os indicadores do setor de construção em particular. “Além dessa foto, desse retrato do momento que o índice faz dos setores, com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2020, traz um filme dos últimos dez anos, mostrando como o índice evoluiu em diferentes setores”, destaca.

Para ver a pesquisa completa acesse o link: https://storage.googleapis.com/pacto-public-documents/report_ieersetores_pacto.pdf

Medindo a equidade racial das empresas

Além de se comprometerem a divulgar os seus índices anualmente, as companhias que aderem ao Pacto da Equidade Racial recebem apoio da associação no que diz respeito a realização de cálculos. Em seu website, a instituição disponibiliza uma documentação bastante ampla para que todas as empresas, associadas ao projeto ou não, possam calcular seus próprios índices, verificar sua atual situação e implementar as mudanças necessárias para atingir um índice ideal de equidade racial.

“Com o IEERS fica muito mais simples para as empresas encontrarem referências e calcularem o nível de equidade. É uma ferramenta fundamental, à disponível de todos, para auxiliar as empresas no combate ao racismo, por meio de estatísticas. Racismo se combate com fato e dado com o estabelecimento de metas objetivas e investimento. E isso é o que estamos fazendo, gerando inteligência para nos auxiliares nessa luta.”, explica o Diretor Executivo do Pacto, o Gilberto Costa.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.