70% das multinacionais e empresas nacionais adotam retorno híbrido ao trabalho, aponta sondagem da Aberje
19 de janeiro de 2022
  • English

Em pesquisa consultiva, empresas associadas relataram que variante Ômicron interferiu no retorno híbrido para a maioria das organizações

A volta dos profissionais da área administrativa/corporativa aos escritórios vem ocorrendo de forma híbrida para quase 70% das empresas multinacionais e nacionais, de acordo com sondagem feita recentemente pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial – Aberje com sua base de associados. Ao todo responderam 221 organizações, dos mais variados setores produtivos. 

A nova variante Ômicron do coronavírus interferiu no planejamento de novas políticas e modelos de trabalho para 76,5% das empresas consultadas pela associação, seja adiando o retorno ao escritório, seja retornando ao modelo remoto para avaliação da situação sanitária.

A modalidade híbrida de trabalho adotada por 69,7% dos respondentes está planejada de forma diferente pelas empresas: em 44,2% das empresas, os funcionários trabalham 2 x 3 (2 dias por semana no escritório e os outros 3 dias em casa); em 40,3% das organizações, o modelo é 3 x 2. A maior parte das empresas (48,2%) já retornou em algum desses tipos de modelos.

“Percebemos a importância de uma consulta sobre esse assunto a partir das solicitações dos nossos associados que estavam em busca de estudos e referências locais sobre os modelos atuais de trabalho no Brasil”, ressalta Thalita Dominato, responsável pela área de Desenvolvimento Associativo da Aberje.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.