Treinamento capacita 140 leituristas da EDP para identificar foco do mosquito Aedes Aegypti
02 de março de 2020
  • English

De acordo com Ministério da Saúde, existem no país mais de 57 mil casos suspeitos de dengue registrados e nove mortes confirmadas. Em linha com seu propósito de Usar sua energia para cuidar sempre melhor, a EDP, distribuidora de energia elétrica das regiões de Guarulhos, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo e associada da Aberje, por meio do apoio dos seus leituristas, está engajada a contribuir no combate do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Mensalmente, os leituristas da EDP percorrem as ruas da área de concessão fazendo a medição do consumo de energia dos clientes. Ao todo, 1.9 milhão consumidores são visitados por estes profissionais. Para capacitá-los no combate ao mosquito da dengue, nesta sexta-feira (28), por meio da parceria com as prefeituras de Taubaté, Mogi das Cruzes e Guararema, foi realizado um treinamento para parte da equipe da EDP.

Neste dia foram capacitados 140 leituristas que atendem 14 municípios do Alto Tietê e Vale do Paraíba. Estes colaboradores visitam mensalmente 802 mil casas, comércios e indústrias, e com o treinamento, estão aptos a contribuir no combate à proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Os municípios que serão beneficiados inicialmente com o projeto são Taubaté, Mogi das Cruzes e Guararema. A ação de identificação dos focos também será disponibilizada para as cidades de Tremembé, Caçapava, Jambeiro, Pindamonhangaba, Roseira, Ferraz de Vasconcelos, Salesópolis, Biritiba Mirim, Itaquaquecetuba, Poá e Suzano. “Sabemos que no período chuvoso há aumento considerável nos casos das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti e temos potencial em nossos leituristas para contribuir com o combate dos focos de proliferação. Essa parceria com as prefeituras, com certeza, trará reflexo muito positivo para a população”, reforça Roberto Miranda, gestor executivo de relacionamento da EDP.

ATUAÇÃO – Os leituristas da EDP foram capacitados para observar e identificar possíveis criadouros do mosquito durante o trabalho de leitura dos medidores de energia elétrica. A Companhia criou um código específico para este fim no equipamento de medição utilizado por seus profissionais, que cria um aviso e é repassado aos órgãos municipais competentes. A ação auxiliará as prefeituras na realização de inspeções e execução de medidas de controle e prevenção.

Na cidade de Guarulhos, este trabalho é realizado pelos leituristas da EDP desde setembro de 2019 e a atuação dos colaboradores atingiu 75% de assertividade na constatação de criadouros pela Zoonose, contribuindo para o combate dos focos do mosquito no município.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.