TIM anuncia festival de música com grandes cantoras em apoio à equidade de gênero e combate à violência contra mulheres
15 de julho de 2022
  • English

Shows de Ludmilla, Luísa Sonza, Liniker e outras vozes femininas acontecem no fim do mês no Rio de Janeiro, com uma apresentação gratuita e outra a preços populares e renda revertida para instituições de apoio a mulheres vítimas de violência

Em mais uma iniciativa da sua plataforma de música, a TIM destaca seu apoio à equidade de gênero, combate ao preconceito e à violência e inclusão de mulheres no mercado de trabalho com a realização do Festival TIM Music Mulheres Positivas. O evento, realizado pela Novo Traço Entretenimento, levará para o Theatro Municipal e para a Cinelândia, no Rio de Janeiro, dois dias de shows com grandes estrelas da música brasileira.

“Estamos cada vez mais usando nossa conexão com a música para tratar de temas relevantes para a sociedade, em linha com os valores da nossa marca – coragem, respeito e liberdade. São exemplos nossas campanhas recentes de combate ao assédio, em março, e para promover o ‘orgulho de ser’, no Mês do Orgulho LGBTI+. O Festival TIM Music Mulheres Positivas resume muito bem esse objetivo. Vamos levar música e entretenimento de qualidade para o público do Rio de Janeiro, com ações gratuitas e a preços populares, e – ao mesmo tempo – dialogar sobre violência doméstica, equidade de gênero, os problemas enfrentados pelas mulheres negras… A música também tem esse poder de reflexão e estamos orgulhosos de protagonizar esse movimento”, conta Ana Paula Castello Branco, diretora de Advertising e Branding da TIM.

O projeto envolve ainda a plataforma de empoderamento Mulheres Positivas, que promove o desenvolvimento pessoal e profissional das mulheres. A iniciativa é liderada pela operadora há um ano e já reúne 80 empresas em torno do aplicativo de mesmo nome, com oferta de vagas de emprego e cursos gratuitos para ampliar a participação das brasileiras no mercado de trabalho.

“É uma grande realização para nós poder dar nome a um festival que reúne tamanha potência feminina. O Brasil precisa respeitar e acolher suas mulheres”, comenta a empreendedora e criadora da plataforma Mulheres Positivas, Fabi Saad.

O festival, que traz um line-up de mulheres diversas, começa no dia 29/07 (sexta-feira) com um concerto no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A apresentação da Orquestra Johann Sebastian Rio, sob regência da maestrina Priscila Bomfim, terá as participações de Ludmilla e Luísa Sonza. Com ingressos a R$ 15 (inteira), toda a renda será revertida a instituições de apoio à violência contra mulher. Já no dia 30/07, o ‘Palco Elza Soares’ será montado em plena Cinelândia, templo das artes e símbolo de movimentos que lutam pela igualdade e pela democracia. O show gratuito contará com importantes cantoras da nova geração, como Liniker, Larissa Luz (que interpretou Elza Soares no teatro), Juliana Linhares e Anna Lu. A direção artística do projeto é assinada por Zé Ricardo.

A iniciativa conta com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Na TIM, a música não para
A TIM retomou a sua posição como grande incentivadora de eventos musicais ao anunciar, no fim do ano passado, o patrocínio à edição brasileira de 2022 do Rock in Rio. Desde então, a operadora já realizou dois grandes eventos no Rio de Janeiro, onde está localizada a sua sede – TIM Music Noites Cariocas e TIM Music Rio –, além de participar de projetos patrocinados, como o Jazz Lagoinha, em Belo Horizonte. Em São Paulo, a operadora apoiará o Farraial e o Festival Sons da Rua. A plataforma de música da companhia também está presente em todas as suas campanhas e faz parte de diferentes ofertas, como as parcerias com Deezer e Apple Music.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.