Suzano Papel e Celulose beneficia produtores de maracujá na Bahia
08 de outubro de 2018

Suzano Papel e Celulose, associada da Aberje, anuncia os resultados da 2ª safra da produção de maracujá, realizada por meio do Projeto Agricultura Comunitária. A iniciativa tem atingido resultados consistentes, promovendo melhorias na qualidade de vida de produtores de maracujá e familiares, gerando renda e novas oportunidades de trabalho nos municípios de Nova Viçosa e Alcobaça, na Bahia. A safra finalizada agora já rendeu a produção de mais de 660 toneladas da fruta e gerou uma renda de aproximadamente R$ 1.282 mi aos participantes.

O projeto conta com a participação de 70 produtores das comunidades de Bela Vista e São José, localizadas nos municípios de Nova Viçosa e Alcobaça, regiões beneficiadas pela iniciativa desde o ano passado. Os participantes recebem, como apoio da Suzano, a madeira para estacas do maracujazeiro e os insumos necessários para o plantio. Além disso, são oferecidos treinamentos e consultoria técnica sobre o cultivo da fruta.

O projeto tem crescido exponencialmente na região. Na última safra, o total produzido pelas duas comunidades alcançou aproximadamente 413 toneladas, o que representa uma alta de 60% na safra do ano. “Nosso objetivo é fomentar o desenvolvimento das regiões em que estamos presentes e contribuir com o aumento de escala para iniciativas como essa, incentivando beneficiários a cultivarem produtos que sejam rentáveis e com abrangência de mercado”, afirma Mariana Andreatta, coordenadora Socioambiental da Suzano Papel e Celulose.

O projeto incentiva o desenvolvimento social e fomenta a economia local, já que há uma movimentação na economia da região por meio da geração de empregos e oportunidades de negócio. Os produtores contam com o apoio direto de representantes da Suzano no acompanhamento das produções.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *