16 de agosto de 2021

Podcast Eletrobras aborda papel empresarial na promoção de direitos humanos

O novo episódio do Podcast Eletrobras traz o tema do respeito e promoção dos direitos humanos por parte de empresas. 

Os pilares dos direitos humanos foram estabelecidos pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Organização das Nações Unidas em 1948. Inicialmente uma atribuição voltada sobretudo a governos, a defesa desses direitos foi sendo gradualmente ampliada para o setor corporativo com o surgimento e a expansão de grandes conglomerados empresariais, sobretudo multinacionais, e o crescente impacto da atividade produtiva sobre as pessoas e o meio ambiente. Em 2011, com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos, a ONU ratificou a posição de que empresas têm a responsabilidade de respeitar os direitos humanos em suas atividades e cadeia de valor.

Na Eletrobras, o tema vem sendo fortalecido desde a criação, no Plano Diretor de Negócios e Gestão da empresa, do projeto Engajamento dos Stakeholders da Cadeia de Valor para Sensibilizar sobre Direitos Humanos, que integra o programa Reputação e Engajamento. O projeto investe em duas frentes principais: avaliação de riscos (due diligence) de direitos humanos de atividades próprias, de fornecedores e de SPEs; e a capacitação e sensibilização de stakeholders sobre o tema, com destaque para uma ação de treinamento voltada a toda a força de trabalho das empresas Eletrobras, desenvolvida em parceria com o Pacto Global e a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para conversar sobre o assunto, o programa convidou Flávia Scabin, professora e diretora do Centro de Direitos Humanos e Empresas da FGV, e Pedro Villela, gerente da área de Responsabilidade Social, Marca e Reputação da Eletrobras. Ouça aqui.

Série “Eletrobras 2030” 

Este é o vigésimo quarto episódio da série “Eletrobras 2030”, que traz conteúdo sobre sustentabilidade, direitos humanos, energia limpa e outros temas que integram os valores e a visão de futuro da Eletrobras.

  • COMPARTILHAR:

COMENTÁRIOS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *