Orquestrando o Brasil avança pelo país com apoio da FBB e Fiesp
15 de março de 2019
  • English

“O Orquestrando o Brasil é o legado que quero deixar diante de tudo o que o piano e a música me deram”, diz o maestro João Carlos Martins ao falar sobre o projeto que vem rodando o país desde o ano passado. A iniciativa já conta com grupos musicais de 136 municípios espalhados pelos estados de Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins, contabilizando cerca de oito mil músicos envolvidos.

O projeto, desenvolvido com o apoio dos associados da Aberje Fundação Banco do Brasil e FIESP e também do SESI/SP, é uma plataforma digital que busca unir regentes e líderes de grupos musicais dispersos por todo o Brasil. “Em muitos casos, os regentes não têm nenhum apoio técnico que não o do Orquestrando o Brasil, portanto o projeto procura romper o isolamento desses grupos e apoiar seu trabalho e divulgar suas realizações”, explica o maestro João Carlos Martin.

Uma das intenções do Orquestrando é conhecer, apoiar e principalmente ajudar a preservar o trabalho das bandas e orquestras, assim como, contribuir com a formação de novas orquestras, criando uma rede de músicos em todo o país.

Maestros das orquestras integrantes do projeto também são convidados a reger a Bachiana Filarmônica SESI-SP, sendo que até o momento, já foram convidados 21 maestros/maestrinas a reger a orquestra de João Carlos Martins. “Minha ideia com este projeto é criar um exército de maestros, pois em uma cidade pequena, o regente é tão importante quanto o prefeito porque ele está trazendo esperança através da música”, esclarece o maestro.

Desde que foi criado, o projeto já promoveu encontros com regentes e coordenadores musicais nas cidades de São José dos Campos/SP; Bauru/SP; Brotas/SP; Pirassununga/SP; Pitangueiras/SP; Maria da Fé/MG, Maringá/PR, Londrina/PR e João Pessoa/PB.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.