fbpx
×

Novartis promoveu pet day para conscientizar os colaboradores sobre benefícios dos animais na saúde do coração

Rede Aberje

Preocupada com a saúde dos colaboradores, a Novartis – associada da Aberje – promoveu a ‘Semana Saúde do Coração’, realizada de 30 de setembro a 4 de outubro, na qual foram realizadas atividades variadas, como palestras sobre os ganhos da convivência com animais de estimação, sobre cuidados com o coração, aferição de pressão arterial dos colaboradores, entre outras.

O ponto alto da semana aconteceu em 4 de outubro, dia em que haverá o Pet Day, fazendo alusão ao Dia Mundial dos animais. Aproximadamente 70 cães de colaboradores tiveram acesso a toda a área externa da empresa, incluindo jardins, gazebos e alamedas internas. Infraestrutura com espaço de recreação para cães, equipe de monitores com atividades especificas para cães, serviços de banho e tosa, cães terapeutas e feira de adoção integram a programação. “O objetivo da ação é aumentar a conscientização dos colaboradores sobre a saúde do coração. E, além disso, estamos contribuindo a transformação cultural, melhorando a descontração no ambiente de trabalho e incentivando a integração entre os colaboradores por meio dos animais”, afirma Julia Fernandes, Diretora de Recursos Humanos do Grupo Novartis Brasil.

Estudo publicado na revista científica MayoClinic mostrou que pessoas com qualquer animal de estimação tem maior propensão à realização de atividades físicas, a seguir uma dieta mais balanceada e a manter níveis ideais de açúcar no sangue. O estudo avaliou 2 mil pessoas de uma cidade na República Tcheca antes e depois dos pets, analisandoo que mudou no índice de massa corporal (IMC), na dieta, atividade física, tabagismo, pressão arterial, glicemia e colesterol. Os especialistas constataram que existe relação entre ter um animal de estimação, em especial um cão, e a melhoria na saúde cardiovascular1.

Doenças cardiovasculares respondem por 30% das mortes no Brasil2. Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), são registradas mais de mil mortes por dia, ou seja, 43 óbitos por hora ou ainda 1 morte a cada 1,5 minutos (90 segundos) 2. E para esclarecer sobre os cuidados com o órgão vital, foi instituído o Dia Mundial do Coração, comemorado em 29 de setembro. Tempo de reflexão, prevenção e tratamento, afinal a virada de chave para a redução estatística está na tríade.

E, dentro desse cenário, a Insuficiência Cardíaca (IC) é um ponto de atenção. A enfermidade caracteriza-se pelo bombeamento inadequado do sangue, comprometendo as necessidades de oxigênio e de nutrientes dos tecidos e órgãos do corpo3. Trata-se da segunda principal doença cardíaca no país, que afeta até 3 milhões de brasileiros4.