fbpx
×

Nova campanha do Instituto Avon aborda a paixão pelo futebol

Rede Aberje

Como parte das iniciativas realizadas pelo Instituto Avon, durante os 21 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres e meninas, a campanha #PAIXÃOSEMVIOLÊNCIA, desenvolvida em parceria com o HUB AVON (Wunderman Thompson, Mutato e I-Cherry) tem como principal objetivo trazer a relação do futebol e violência contra mulheres a uma conversa e reflexão, mostrando que nenhuma paixão pode ser maior que a vida de uma mulher. A Avon é associada da Aberje.

A campanha acontecerá durante as últimas rodadas do campeonato Brasileiro deste ano. A primeira ativação aconteceu durante o jogo do Corinthians e Avaí, no painel de LED do campo apareceram, mensagens que traziam o tema central da campanha #PAIXÃOSEMVIOLÊNCIA, reforçando que nenhuma paixão pode ser maior que a vida delas, e que é preciso tirar a violência contra mulheres de campo.

As ações também abrangem uma parceria com o Esporte Clube Bahia, o time entrará em campo com uma camisa especial, o logo do 180 estará estampado no lugar do brasão do time, para reforçar o canal que serve de apoio, orientação ou denúncia à vítima de violência. Anúncios também estão veiculados nos principais veículos de esporte do país. O próximo jogo pelo campeonato, acontece dia 05 de dezembro com o Vasco.”É urgente falarmos da relação dos dias de jogo de futebol com o aumento do índice de agressões às mulheres, para trazer o tema à luz, e assim, gerarmos conversas que possam nos ajudar a buscar soluções para que esses índices sejam cada vez menores. É preciso saber onde e quando essas violências acontecem para sermos mais assertivos nas soluções”, explica Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon.

Pensando na conscientização dos torcedores, o Instituto Avon, com a liderança executiva de PapodeHomem/Instituto PdH, lançam, nesta sexta-feira (6) um vídeo didático sobre o assunto. Roteirização, captação e edição ficaram por conta da produtora nacional Quebrando o Tabu. Neste mesmo dia, será disponibilizado no site do Papo de Homem (www.papodehomem.com.br/sem-violencia), um mini guia com o mapeamento de grupos reflexivos para homens autores de violência pelo país. “O guia ‘Como dialogar sobre violência com quem ainda é resistente ao tema?’ foi pensado para ser uma ferramenta de trabalho. Com sugestões de caminhos práticos para dialogar com quem sofreu e com quem cometeu abuso, explicando o ciclo da violência e sinais comuns de abuso. Esse conteúdo foi desenvolvido com a contribuição de quem já atua nessa área há anos, como Adriano Beiras, Sérgio Barbosa, Flávio Urra e tantas outras pessoas pioneiras no campo”, contextualiza Guilherme Valadares, diretor de pesquisa do PapodeHomem.

Com o alarmante aumento dos registros de violência contra mulher após os jogos de futebol, a campanha visa conscientizar homens e mulheres que nenhuma paixão, como a pelo time de futebol, pode ser maior que a vida de uma mulher. E por isso, o objetivo do Instituto Avon, para o período Laranja deste ano, é tornar o enfrentamento das violências contra as mulheres um hábito. Para isso, foram desenvolvidas ações com foco na mobilização da sociedade e empresas para rever atitudes do cotidiano que levam ao desrespeito contra as mulheres.