Não há registro de que Palocci tenha dito que as urnas foram encomendadas para fraudar eleições
27 de novembro de 2020
  • English

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais alguns dias antes do segundo turno das eleições municipais de 2020 asseguram que o ex-ministro dos governos do PT Antônio Palocci afirmou que as urnas eletrônicas foram “encomendadas” para manipular eleições. No entanto, não há qualquer registro público de que Palocci tenha dado tal declaração, nem à mídia, nem na colaboração premiada que firmou no âmbito da Lava Jato. Ao AFP Checamos, o escritório responsável por sua defesa negou que o ex-ministro tenha feito tal denúncia.

Leia aqui matéria completa feita pela Agência de Notícias AFP, parceira da Aberje

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.