Morre o escritor Roberto de Castro Neves, ex-ombusdman do Prêmio Aberje
11 de junho de 2021
  • English

Foi com grande pesar que a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial – Aberje, recebeu a notícia do falecimento de Roberto de Castro Neves, escritor e especialista em comunicação e imagem empresarial. Carioca, era apaixonado por escrever e publicar livros, foram mais de 20 livros lançados, ensaios publicados e vários artigos sobre Imagem e Comunicação Empresarial. Contemporâneo de Rubem Fonseca, Nelson Rodrigues, Ivan Ângelo e Ignácio de Loyola Brandão, Roberto criou estilo próprio que sempre cativou seus leitores. É autor dos romances Perfume de Gardênia e Estupenda Comédia, além de ensaios sobre comunicação. Entre seus livros de contos, estão A Baleia Branca, Enterro dos Ossos e Fernando da Gata e o mais recente, Tsunami e outros contos, lançado em 2017. 

Especializado em public affairs, Roberto é autor dos livros ‘Imagem empresarial’, ‘Comunicação empresarial integrada’ e ‘Crises empresariais com a opinião pública’. “No que tange às grandes organizações, não existe mais nenhuma no país que não se esforce em comunicar-se com seus principais públicos”, disse em entrevista à Revista Comunicação Empresarial, em 2006 (edição 58), quando foi convidado a ser o Ombudsman do Prêmio Aberje. Exerceu a função de forma brilhante por 14 anos.

Mirella Kowalski, gerente de premiações e organizadora do Prêmio Aberje, conta que falava semanalmente com Roberto, de quem se tornou amiga. “Cheguei na Aberje e logo me deparei com as lindas e longas histórias vividas por Roberto. Que sorte a minha ele compartilhar tantos momentos ao meu lado. Por dez anos ele acompanhou meu crescimento profissional e me deu grandes conselhos. Com ele tive a oportunidade de me aprofundar ainda mais no mundo da comunicação. Também tive a chance de conhecer o lado pessoal do Roberto, me ligava para falar sobre sua grande e amada família, sua paixão pelos netos, filhos, enteados, irmãs, sobrinhos e muitos amigos. Seu prazer era reunir todo mundo! Foi uma linda trajetória desse grande profissional, escritor, ombudsman, conselheiro, amigo, e, com certeza, para sempre Aberjeano”, revela Mirella.

Neves trabalhou durante 30 anos na IBM, assumindo as responsabilidades como diretor em Comunicações, Relações Governamentais, Relações com a Imprensa e com a Comunidade. Foi membro do Comitê Executivo da empresa e consultor de imagem da IBM para toda América Latina entre 1994 e 1996. 

“Chegou uma notícia triste do Rio de Janeiro. Roberto de Castro Neves, o amigo nos momentos de alegria e de tristeza, faleceu. Nestes tempos de luto permanente e de distanciamentos, pouco sabemos das circunstâncias de sua partida. A perda de sua presença refinada, afetiva e culta é imensa. Em tempos que predominam as expressões de grosseria, deselegância, impiedade e má educação, Roberto nos deixa um legado de humanidade, amizade e cultura construído em sua trajetória como executivo, pai amoroso, escritor, comunicador e cidadão”, disse Paulo Nassar, diretor-presidente da Aberje e professor titular da ECA-USP.

Roberto deixa esposa, três filhos, dois enteados e 11 netos.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *