Merco lança ranking com 100 empresas mais responsáveis ESG do Brasil em 2021
30 de junho de 2022
  • English

O Ranking Merco conta com 53 associadas da Aberje

A  pesquisa de campo do Ranking Merco Responsabilidade ESG no Brasil ocorreu entre julho 2021 e abril de 2022. Esta oitava edição deu um salto nos indicadores para uma medição mais abrangente da sustentabilidade empresarial, resultando em um novo Merco Responsabilidade ESG, pelas siglas Environmental (E), Social (S) e Governance (G). Esta mudança metodológica na estrutura de recompilação e análise inclui cinco avaliações com 14 diferentes fontes de informação, num total de 2.311 entrevistas.

Uma das principais novidades metodológicas nesta oitava edição do ranking é a inclusão de Merco Sociedade, o monitor que mede a reputação da perspectiva cidadã. Este indicador integra o “ser ético” com o “fazer responsável”, enfatizando a legitimidade social, a licença social e a plausibilidade social. Em complemento, são consideradas as avaliações de Merco Digital ou seja, a “conversação” gerada nos meios digitais, influenciadores e usuários, além dos indicadores objetivos respondidos pelas próprias empresas. A metodologia completa está disponível no site da associada.

A apresentação dos resultados do ranking foi feita ontem (29 de junho) em webinar disponível no Youtube da Merco:

Além da permanência da Natura no topo do ranking, muitas outras organizações associadas da Aberje marcaram presença, confira abaixo:

  • Natura, em 1º;
  • Grupo Boticário, em 2º;
  • Avon, em 5º lugar;
  • Bradesco, em 6º;
  • Mercado Livre, em 8º;
  • Itaú Unibanco, em 9º;
  • Unilever, em 10º;
  • Toyota, em 11º;
  • Johnson & Johnson, em 12º;
  • Coca-Cola, em 21°;
  • Hospital Albert Einstein, em 22°;
  • Alpargatas, em 25º;
  • Porto Seguro, em 26º;
  • Pfizer, em 27º;
  • Santander, em 32º;
  • Bayer, em 33º;
  • BRF, em 34º;
  • iFood, em 35º;
  • Gerdau, em 37º;
  • Azul, em 38º;
  • Banco do Brasil, em 39º;
  • BASF, em 41º;
  • C&A, em 42º;
  • Samsung, em 43º;
  • Suzano, em 44º;
  • Mercedez Benz, em 46°;
  • Votorantim, em 47º;
  • Embraer, em 50º;
  • Carrefour, em 53°;
  • Volkswagen, em 54°;
  • Latam, em 55º;
  • Localiza, em 56º;
  • IBM, em 58º;
  • XP, em 59º;
  • 3M, em 61º;
  • McDonald’s, em 64º;
  • Ipiranga, em 67º;
  • JBS, em 69º;
  • Klabin, em 70º;
  • Amil, em 74°;
  • TIM, em 76º;
  • Volvo, em 78º;
  • Via, em 79°;
  • Sabesp, em 80º;
  • Eletrobrás, em 81º;
  • TOTVS, em 84°;
  • Braskem, em 86°;
  • Cargill, em 88º;
  • ENEL, em 92º;
  • CPFL, em 94º;
  • SAP, em 97°;
  • Sanofi, em 99°;
  • Vale, em 100°.

A lista completa está disponível no site da Merco.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.