Mastercard: Por que estamos vinculando a remuneração dos executivos às nossas prioridades de sustentabilidade
25 de março de 2021
  • English

Nos últimos meses e anos, vimos e participamos de um diálogo sem precedentes em torno de algumas das questões mais críticas que nossa sociedade enfrenta: discriminação e justiça social, mudanças climáticas, e a lacuna da riqueza e das oportunidades são algumas delas. Tudo isso clama por mudança, exige compromissos para fazer mais, ser melhor.

Estamos orgulhosos dos passos que a Mastercard e seus funcionários tomaram para se manifestar e, mais importante, para impulsionar ações significativas que permitam reconstruir uma economia digital inclusiva e sustentável e promover um mundo mais igualitário: nosso compromisso de zerar as emissões líquidas até 2050, nossa recente oferta de títulos verdes, nosso plano de ação “In Solidarity” para combater o racismo, e nosso trabalho contínuo para trazer 1 bilhão de pessoas e 50 milhões de micro e pequenas empresas para a economia digital até 2025, são apenas alguns exemplos recentes.

Incorporamos a inclusão, a sustentabilidade e a decência no coração de nosso negócio – combinando propósito e lucro. Ao trazermos nossas inovações, insights e engenhosidade à mesa de discussão, juntamente com a filantropia, nos tornamos líderes no avanço da inclusão financeira e do crescimento inclusivo em todo o mundo. Agora, estamos dando mais um passo importante que ressalta nossos compromissos compartilhados – e nossa responsabilidade compartilhada, que começa no topo.

Para ajudar a acelerar o progresso em direção às nossas metas de sustentabilidade, estamos fazendo mudanças em nosso modelo de remuneração de executivos. Especificamente, estamos vinculando a remuneração dos nossos executivos com cargos mais altos, Vice-Presidentes executivos e acima, às iniciativas Ambientais, Sociais e de Governança Corporativa (ESG) da Mastercard e a três prioridades globais de ESG: neutralidade de carbono, inclusão financeira e paridade salarial de gênero.

O objetivo dos nossos programas de compensação de incentivos é encorajar e recompensar o desempenho que nos ajuda a alcançar nossas metas financeiras e estratégicas, que estabelecem a base para nosso sucesso futuro.

Acreditamos que esses objetivos de ESG, os quais os nossos líderes, possuem a capacidade – e a responsabilidade – de influenciar, e ajudarão nosso negócio a crescer e a prosperar nos próximos anos. Essa mudança reforça ainda mais nosso compromisso de aprofundar nossa cultura de inclusão e garantir que as pessoas possam alcançar seu potencial, que o crescimento econômico seja inclusivo, e que o planeta possa prosperar.

Vimos em primeira mão como nosso compromisso com a responsabilidade ambiental e social – e nossos valores fundamentais de operar com ética, responsabilidade e decência – está diretamente conectado ao nosso sucesso contínuo como empresa e negócio. Este é o nosso ponto de partida, e continuaremos a evoluir, expandir e adaptar essas prioridades para garantir que atendam ao mercado em constante mudança e aos nossos objetivos corporativos.

Olhando para o futuro, continuaremos a fazer o que é certo – impulsionando a mudança necessária para o bem coletivo do nosso negócio, nossos funcionários e todos os nossos stakeholders.

Essa é a essência de doing well by doing good.

Por Michael Miebach, CEO
 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.