Exposição nos jardins do BNDES traduz em esculturas os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU
31 de janeiro de 2020
  • English

Como parte da programação do Espaço Cultural BNDES, os jardins do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), instituição associada da Aberje, no Centro do Rio de Janeiro, projetados pelo escritório Burle Marx, recebem a exposição 17 ODSs para um Mundo Melhor. A mostra, que vai até 20 de fevereiro de 2020, traz 17 esculturas em forma de globos terrestres representando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Em 2015, líderes mundiais dos Estados-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceram que a erradicação da pobreza em todas as suas formas e dimensões é o maior desafio global. Após amplo processo de negociação mundial, a ONU propôs que seus 193 países-membros assinassem a Agenda 2030, um plano global composto por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas para que esses países alcancem a sustentabilidade necessária, em todos os âmbitos, até 2030.

A exposição – que esteve em cartaz no Memorial da América Latina (SP) no ano passado –, tem o objetivo de gerar interesse, reflexão e entusiasmo na população carioca, em prol de um mundo mais sustentável. Entre as temáticas abordadas estão água potável e saneamento, educação de qualidade, redução das desigualdades, igualdade de gênero, fome zero e agricultura sustentável.

Artistas renomados, das mais variadas vertentes, foram convidados a utilizar os globos como suporte. Mundano, Beatriz de Carvalho, Fabiano Al Makul, Priscila Barbosa, Maramgoní, Fernanda Eva, Pomb, os arquitetos Marcelo Stefanovicz e Consuelo Cornelsen, Giovanna Nucci, Binho Ribeiro e o coletivo SHN estão entre os que assinam as criações.

O projeto tem o patrocínio da empresa Novelis, idealização e realização da Toptrends e, para sua realização no Rio de Janeiro, apoio do BNDES.

SERVIÇO17 ODS para um Mundo Melhor

Espaço Cultural BNDES – Jardins do BNDES ( Av. República do Chile 100, Centro – Rio de Janeiro, RJ)

Visitação: 30 de janeiro a 20 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h

Entrada gratuita

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.