Coca-Cola América Latina mantém esforços para garantir a segurança hídrica das comunidades da região até 2030
25 de agosto de 2021
  • English

Companhia tem o compromisso global de repor e equilibrar a quantidade de água usada em suas operações, devolvendo-a para a natureza e para as comunidades

Embora água doce e limpa seja um direito humano básico, bilhões de pessoas ainda carecem de acesso básico à água potável e saneamento. Segundo o último relatório da CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe) sobre a gestão hídrica na América Latina e no Caribe, 26% da população ainda não tem acesso a água potável. A pandemia expôs profundas desigualdades que provavelmente crescerão com o agravamento da crise climática. Ciente disso, a Coca-Cola tomou medidas para promover a segurança hídrica, tornando-se líder global em gestão hídrica, com um legado de ambição, inovação e parcerias para “Reduzir, Reciclar e Reabastecer” a água que usamos no mundo todo. 

“Nos últimos 10 anos, juntamente com engarrafadores parceiros, estabelecemos um exemplo de liderança na gestão hídrica compartilhada dentro e fora de nossas operações. Durante 2020, construímos essa experiência e lançamos uma nova estratégia ousada para aumentar a segurança hídrica de nossas empresas, comunidades e da natureza”, afirma Andréa Mota, diretora de Sustentabilidade da Coca-Cola América Latina.

A Coca-Cola América Latina vem criando iniciativas e programas com excelentes resultados e aprendizados na última década, com uma estratégia focada na reposição, melhoria contínua da utilização eficiente de recursos hídricos e tratamento de efluentes e do acesso à água e saneamento para as comunidades nas quais a empresa opera. 

Pensando no futuro, a visão da empresa é, até 2030, conquistar segurança hídrica para seus negócios, comunidades e para a natureza em todos os lugares em que a empresa opera, adquire ingredientes agrícolas para suas bebidas e toca a vida das pessoas. Com este compromisso, a Coca-Cola América Latina reforça seu apoio contínuo às comunidades, a fim de construir resiliência e diminuir a lacuna que nos separa de nossos objetivos de desenvolvimento sustentável. Algumas das prioridades para 2030 incluem a nova utilização circular integrada de recursos hídricos em nossas operações, inclusão de adaptação climática da comunidade, além de acesso à água e saneamento e foco em mulheres e meninas, nova estrutura para enfrentar os desafios do compartilhamento de água e a expansão do alcance dos recursos hídricos na agricultura, com foco em regiões com crise de abastecimento.

Por intermédio de diferentes iniciativas, a empresa vem melhorando a qualidade de vida das comunidades oferecendo acesso à instrução sobre “água segura” (potável) e higiene e ajudando as comunidades a enfrentar as mudanças nas condições. Algumas das ações realizadas na região foram: 

  • Ajudar a proporcionar acesso seguro à água para as comunidades;
  • Apoiar as comunidades a se adaptarem aos impactos das mudanças climáticas relacionados com a água;
  • Ajudar as comunidades a se recuperarem de crises.

Desde 2015, temos o compromisso de devolver a água que utilizamos não só em nossos produtos, mas em todo o nosso sistema. Somos engarrafadores de bebidas e, obviamente, a água é o principal ingrediente dos produtos apreciados por nossos consumidores. Não só sabemos disso, como também já estamos tomando medidas para gerar segurança hídrica para a população e nossas comunidades. Compreendemos o papel que este recurso vital – e compartilhado – desempenha para prosperidade econômica e social”, declarou Ángela Zuluaga, vice-presidente de Relações Públicas, Comunicação e Sustentabilidade da Coca-Cola para a América Latina. “A gestão hídrica eficiente é essencial para as empresas, sobretudo se isso garantir o bem-estar das comunidades e a vida no planeta”.

 

Programas Hídricos na América Latina 

Ao longo dos anos, a Coca-Cola América Latina tem apoiado vários países com programas que se concentram no acesso a recursos hídricos, reposição e resiliência desses recursos. Do México ao Caribe, percorrendo Colômbia, Peru e todo o sul da América Latina, inclusive a gigante Amazônia, no Brasil. Destacamos alguns dos programas mais recentes apoiados pela Coca-Cola América Latina:

 

Lazos de Agua (Laços de Água)

Em parceria com o BID, a Fundação Coca-Cola, a Fundação FEMSA e a Fundação One Drop, o projeto facilita o acesso sustentável aos recursos hídricos, saneamento e higiene para cerca de 108.000 pessoas em comunidades rurais na Colômbia, Guatemala, Nicarágua, México e Paraguai. 

 

Água por el Futuro (Água para o Futuro) 

Graças às atividades de preservação realizadas por intermédio do programa, foram devolvidos 2.161 milhões de litros de água em 2019, em virtude de intervenções ambientais em 1.943 hectares que permitem a preservação de ecossistemas estratégicos para a produção de água. O principal objetivo é devolver à natureza 100% da água que utilizamos na produção de nossas bebidas.

 

Floresta Mbaracayú, Paraguai 

Por meio do programa “Apoio ao Reabastecimento dos Aquíferos da Reserva da Biosfera da Floresta Mbaracayú”, que ocorre no estado de Canindeyú, região leste do Paraguai, são recuperados 527 milhões de litros de água por ano.

 

Bacia hidrográfica da Argentina

Regulamentação hídrica na Reserva Natural La Calera. Outra experiência compartilhada foi o projeto “Gestão como Ferramenta de Recuperação de Bacias Hidrográficas”, desenvolvido desde 2012 na Reserva Natural da Defesa La Calera, na província de Córdoba.

 

Acesso à água no México

Garantia de acesso à água potável para comunidades no Estado do México, Baja California, Jalisco e Quintana Roo por meio de quatro pântanos naturais.  

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.