fbpx
×

Cfaf é reconhecida com Prêmio ODS Brasil

No dia 13 de dezembro, a Casa Familiar Agroflorestal (Cfaf) foi reconhecida com o Prêmio Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) Brasil. Selecionada entre mais de mil inscritos, a Cfaf – escola de Ensino Médio integrado ao técnico apoiada pela Fundação Odebrecht (instituição associada da Aberje) por meio do Programa de Desenvolvimento e Crescimento Integrado com Sustentabilidade (PDCIS) – recebeu o 2º lugar na categoria “Instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão” em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

 

 

“É a confirmação de todo um trabalho que fazemos na Cfaf, nas comunidades do Baixo Sul da Bahia e na educação dos jovens. Tornar nossas ações conhecidas em âmbito nacional é a melhor gratificação que poderíamos receber e, hoje, já somos uma referência em boas práticas que contribuem de forma efetiva para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável em todo o País”, afirmou Rita Cardoso, diretora da Casa Familiar que coordenou a inscrição do case: “Educação emancipadora e ações multiplicadoras nas comunidades rurais do Baixo Sul”. “Conquistas como essas tornam visível a realização das ações multiplicadoras e o que elas representam dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Com a orientação dos educadores, os estudantes abordam com suas famílias e demais agricultores temas relacionados com esses objetivos”, acrescentou Rita.

Com o resultado, a Cfaf passa a fazer parte de um banco de práticas que servirá de referência na implementação e disseminação da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Lázaro Rodrigues, assessor pedagógico, reforça que o Prêmio ODS Brasil representa uma conquista significativa que vai além dos muros da Casa Familiar. “É um prazer para nós e um sentimento de dever cumprido. A premiação é da comunidade e de todas as pessoas que contribuem para que esse sonho permaneça vivo, que é trabalhar em prol do desenvolvimento sustentável, da formação humana e, acima de tudo, de contribuir para a transformação social do nosso país”.

O evento de premiação contou com a presença de ministros, representantes da ONU e membros da sociedade civil.  “Estamos valorizando a contribuição de pessoas e de entidades que se dedicam ao cumprimento dos objetivos do desenvolvimento sustentável no Brasil. Homens e mulheres que trabalham para melhorar a vida das pessoas”, ressaltou Eliseu Padilha, ministro chefe da Casa Civil, em discurso lido em nome de Michel Temer, Presidente da República.