fbpx
×

CEBDS lança nova edição do Guia de Comunicação e Sustentabilidade

Redação Portal Aberje

Publicação tem prefácio assinado por Paulo Nassar, diretor-presidente da Aberje

Por Aurora Ayres

Depois de uma década do lançamento do Guia de Comunicação e Sustentabilidade, o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) lança, entre os dias 8 e 10 de junho, a segunda edição da publicação através dos webinarsComunicação de Causas”,“Resiliência e Inovação na Comunicação” e “Risco e Reputação”, temas discutidos sob a luz do novo coronavírus; debates que serão incorporados ao documento posteriormente. A nova versão conta com o apoio institucional da Aberje e, assim como na primeira edição em 2009, tem o prefácio assinado por Paulo Nassar, diretor-presidente da associação e professor titular da ECA-USP.

A publicação mostra os desafios para a comunicação da sustentabilidade e como aperfeiçoar as práticas e instrumentos utilizados atualmente. Planejado para atender às necessidades das empresas, o novo guia é uma referência para a sociedade em geral. “A comunicação está no cerne dos temas da sustentabilidade e é ela quem expõe a narrativa de educação e/ou sedução do público para a temática”, ressalta Marina Grossi, presidente do CEBDS –associação civil sem fins lucrativos que promove o desenvolvimento sustentável nas empresas que atuam no Brasil. “Acreditamos que as páginas contidas no Guia sejam essenciais no atual momento em que a área de comunicação está, como muitas outras, se reinventando sob novas bases”.

Dez anos atrás, quando a primeira edição foi lançada, não havia ainda os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e nem mesmo o Acordo de Paris, agora em vias de implementação efetiva. “A revisão se fez necessária por compreendermos a importância que esta publicação possui tanto para a Academia, quanto na prática do dia-a-dia das áreas de comunicação corporativa. Também fomos além e buscamos entender o que falta para engajar ainda mais os temas correlatos à sustentabilidade na pauta diária da mídia tradicional”, declara a presidente da CEBDS.

Ao longo dos dois anos que antecederam esse lançamento, houve um processo de construção coletiva envolvendo mais de 30 empresas associadas ao CEBDS, diversas delas também parceiras da Aberje. O Guia é resultado de dezenas de entrevistas com jornalistas, debates com especialistas da área de sustentabilidade do mercado e do setor empresarial, além de mais de 150 profissionais de comunicação que se dedicaram a responder a pesquisa. 

A importância da construção de narrativas

Ao participar da abertura do webinar “Comunicação de Causas”, realizado no dia 8, o diretor-presidente da Aberje, Paulo Nassar, ressaltou que o Guia de Comunicação e Sustentabilidade é voltado para a ação positiva, que destaca as novas narrativas sobre o tema e a realidade da Sustentabilidade e suas importantes interfaces. São elas: a diversidade e o racismo; o poder dos públicos frente aos negócios, a abrangência dos riscos para os negócios e para a sociedade; os desafios éticos para a comunicação e para os comunicadores, como greenwashing, covidwashing, fake news, entre outras. “Tudo isso, no contexto da comunicação da sustentabilidade e para a sustentabilidade”, frisa.

Em sua visão, o primeiro Guia pensado há dez anos tinha como intuito ser uma publicação com orientações sobre a comunicação de conteúdos relacionados à sustentabilidade e que a nova edição demonstra a maturidade do processo de comunicação da temática. “Há dez anos, evidenciava-se a necessidade do comunicador ser mais do que um transmissor de informações, assumindo o papel de um legitimador de rituais. Agora, mais do que construir discursos sobre a sustentabilidade, fundamental na produção de significados coletivos sobre o tema, vemos a necessidade de construir narrativas socioambientais singulares, capazes de produzir sentidos que extrapolam os ambientes corporativos”, analisa Nassar.

Em seu prefácio, intitulado “A sustentabilidade como narrativa”, o professor ressalta que o desafio de comunicar efetivamente a Sustentabilidade para todos os seres humanos, transforma os comunicadores e os seus artefatos – principalmente as narrativas – em protagonistas estratégicos na mediação entre o que a ciência, a tecnologia, a sociedade civil e o conhecimento tradicional têm a dizer, feito e debatido sobre temas como a mudança do clima e as suas relações com as formas como se gera, se produz, se distribui como se consome riqueza, na dimensão planetária e cotidiana.

“O Guia chega à nossas mãos em um momento em que não conseguimos mais respirar. Eu, você e bilhões de humanos não conseguimos mais respirar diante de políticas genocidas, ecocidas e negacionistas. Realidade que, como nunca, nos ativa em muitos sentidos. Dentre eles, a educação, as artes e a política. Obrigado CEBDS por acreditar que este Guia pode nortear novas narrativas e novas práticas sobre a Comunicação e a Sustentabilidade”, enfatiza.

O Guia de Comunicação e Sustentabilidade tem patrocínio da Toyota, BRK Ambiental, CBA, Diversa, Ecolab, Heineken, Michelin, Eletrobras e Governo Federal, e apoio da Aberje, Whow!, Lupa e WayCarbon.

Acesse o Guia de Comunicação e Sustentabilidade aqui: https://biblioteca.cebds.org/guia-de-comunicacao-sustentabilidade

Paulo Nassar

Webinars

Além da abertura de Marina Grossi e Paulo Nassar, o primeiro webinar “Comunicação de Causas” contou com a participação de Kelly Lima, gerente de Comunicação do CEBDS; Germana Moura, sócia da Approach Comunicação, agência associada da Aberje; Juliana Calsa, gerente de Comunicação da também associada BRK Ambiental; Ornella Guzzo, gerente sênior de Sustentabilidade da Heineken Brasil; mediados pela jornalista Flávia Oliveira, colunista do jornal O Globo e da Globonews. Além da visão corporativa, o webinar contou com a participação dos jornalistas Ricardo Voltolini, da plataforma Ideia Sustentável, e Silvana Gontijo, do Planetapontocom.

Assista à integra no Youtube:

No dia 09 de junho, o segundo webinar tem como tema “Resiliência e Inovação”, e contou com a abertura de Hamilton dos Santos, diretor geral da Aberje; e palestra de Laura Albuquerque, da WayCarbon. A orientação do tema foi com Karla Melo, Chief Reputation Officer (CRO) da Casa da Moeda do Brasil (associada da Aberje); e debate de Viviane Mansi, diretora Regional de Comunicação e Sustentabilidade da associada Toyota e Presidente da Fundação Toyota do Brasil; Andréia Coutinho, coordenadora de Comunicação do Instituto Clima e Sociedade; Orson Ledezma, CEO da Ecolab, associada da Aberje; Agostinho Vieira, do Projeto Colabora; e moderação de Ana Carolina Amaral, jornalista da Folha de S. Paulo.

Assista aqui:

O terceiro e último webinar tem como tema “Risco e Reputação”. A orientação do tema é com Tatiana Maia Lins, fundadora da Makemake, associada da Aberje. Já o debate contou com Glauce Ferman, diretora de Comunicação e Marcas da América do Sul da Michelin; Lucia Casasanta, diretora de Governança, Riscos e Conformidade da associada Eletrobras; Leandro Faria, gerente de Sustentabilidade da também associada CBA; Sonia Favaretto, Jornalista e SDG Pioneer pelo Pacto Global da ONU; com moderação de Gilberto Scofield, Diretor da Agência Lupa.

Assista abaixo: