Braskem recicla chega pela primeira vez no Rio de Janeiro
03 de março de 2022
  • English

Ação, em parceria com a startup SOLOS e a Prefeitura local, será realizada em frente no Museu do Amanhã e prevê arrecadar 12 toneladas de materiais recicláveis por meio de mutirão de coleta e contribuição do público

 

A construção de um mundo mais sustentável começa pela conscientização das pessoas, e para incentivar práticas que contribuam com a preservação do meio ambiente, a Braskem trará pela primeira vez ao Rio de Janeiro o projeto Braskem recicla, realizado em parceria com a startup SOLOS e a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC). A iniciativa contará com um Ponto de Coleta que será instalado em frente ao Museu do Amanhã entre os dias 25 de fevereiro e 6 de março.

A 6ª edição do Braskem recicla pretende coletar 12 toneladas de resíduos por meio do engajamento de comerciantes, moradores e turistas do Rio, que podem contribuir levando materiais descartáveis – como plásticos, papel, papelão, metais, vidro, óleo de cozinha, eletrônicos e eletrodomésticos, que serão destinados para a reciclagem. O espaço também contará com a exposição “Meu lixo vai para onde eu levar“, uma atração que convida o público a participar de atividades lúdicas para o aprendizado da economia circular. Os resíduos coletados durante a ação, serão destinados para a Cooperativa de reciclagem Coopama e projeta-se a geração de R$ 20 mil em renda para a cooperativa por meio de sua contratação e venda do material arrecadado.

“O projeto busca orientar a população, por meio de dinâmicas divertidas e interativas, a praticar a reciclagem e dar a destinação correta aos produtos pós-consumo, pois muitas vezes as pessoas ou tem dúvidas de como fazer o descarte adequado. E a Braskem considera essa ação como uma oportunidade que contribui para ampliar o conhecimento da sociedade em relação ao uso consciente e descarte correto dos materiais, além de reforçar a importância para a preservação do meio ambiente”, ressalta Sylvia Tabarin Vieira, Gerente de Relações Institucionais da região Sudeste da Braskem.

Para tornar o descarte correto mais acessível, a SOLOS também irá realizar rotas de coleta porta a porta em      estabelecimentos comerciais nos estabelecimentos comerciais e residenciais do entorno do ponto de coleta (no raio de 1 km). Composta por um time 100% feminino, esta frente da ação reforça a importância de valorizar a profissão dos catadores, na qual 70% são mulheres, melhorar a qualidade do trabalho e a remuneração para a classe.

“O Braskem recicla atua como como um grande impulsionador da economia circular nas cidades por onde passa. Em um curto período, geramos conteúdo para aproximar as pessoas de práticas cotidianas ligadas ao tema e damos a amplitude e complexidade que o desafio do lixo requer, ao trazermos os mais diversos atores e recortes sociais. Unimos o poder público, com a população e o setor privado. Mostramos quais as possibilidades para fazer o descarte correto. E valorizamos os profissionais, sobretudo mulheres pretas de periferia, que são responsáveis por realizar a primeira etapa da reciclagem nos grandes centros urbanos”, enfatiza Saville Alves, cofundadora da SOLOS.

Para Eduardo Cavalliere, Secretário de Meio Ambiente da cidade do Rio de Janeiro, a transição para a economia circular é essencial para o desenvolvimento sustentável. “Sabemos que a economia circular é uma diretriz clara da nossa gestão. O Rio é riquíssimo em natureza e nós trabalhamos para estimular ações que promovam o ganho de consciência em todos que visitem nossa cidade. Temos orgulho de sermos a capital natural do Brasil e acreditamos a nossa cidade tem o potencial de ser líder para um senso de preservação global. Além dos benefícios ambientais diretos, a economia circular gera novas oportunidades econômicas que impactam positivamente na geração de empregos, mobilidade, segurança hídrica e alimentar, saneamento, habitação e outras áreas prioritárias de atuação da Prefeitura e da Secretaria de Meio Ambiente do Rio e, por isso, ela é um dos pilares do nosso Pacote Climático, lançado no dia do meio ambiente do ano passado”, conclui.

A parceria entre Braskem e a SOLOS se iniciou em 2019. Juntas, as empresas já realizaram diversas ações envolvendo a comunidade, sempre voltadas para a educação ambiental e no descarte do pós-consumo, promovendo a conscientização sobre reciclagem. Em 2020, o Braskem recicla foi inserido no calendário de ambas como uma ação fundamental focada na sensibilização e incentivo à economia circular, além da aproximação com a população por meio de uma linguagem leve e educativa

A diretora de Marketing e Comunicação da companhia, Ana Laura Sivieri, conta que desde a criação do projeto o Braskem recicla já teve cinco edições bem-sucedidas, sendo três em Salvador (BA), uma em Porto Alegre (RS) e uma em Mauá (SP). “As edições anteriores resultaram na coleta de 37 toneladas de materiais recicláveis, mobilizaram 800 mil pessoas e geraram R$ 100 mil em renda para as cooperativas parceiras. Com apenas dois anos, o projeto teve um engajamento de público que nos deixa esperançosos para um futuro muito mais sustentável. Agora, esperamos que o Rio seja mais um exemplo de cidade empenhada na mudança proposta”, afirma.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.