Bradesco prorroga patrocínios às Confederações de Judô, Rugby e Vela
30 de novembro de 2020
  • English

Apoio às três entidades permanece até dezembro de 2021, contemplando os Jogos Olímpicos de Tóquio

Fernanda Oliveira e Ana Barbachan (Foto: Jesus Renedo/Sailing Energy/World Sailing).

O Bradesco anuncia a prorrogação dos patrocínios máster à Confederação Brasileira de Judô (CBJ), à Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e à Confederação Brasileira de Vela (CBVela). O vínculo entre o banco e as entidades – que se encerraria no fim de 2020 – segue até dezembro do ano que vem, englobando o ciclo olímpico de Tóquio 2021, e completando mais de uma década de parceria com cada instituição.

“O Bradesco tem a tradição de apoio ao esporte brasileiro de longa data. A decisão de prorrogar os patrocínios por mais um ano está diretamente ligada ao respeito que temos pelos atletas e ao compromisso de apoiarmos mais um ciclo olímpico, que por conta da pandemia do novo coronavírus não aconteceu em 2020. Não teria como ser diferente”, afirma Márcio Parizotto, diretor de Marketing do banco.

Para o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, a prorrogação é uma ótima notícia para a CBJ e os atletas. “Nestes 11 anos de parceria com o Bradesco, o Judô brasileiro conquistou sete medalhas olímpicas e se manteve entre as maiores potências do mundo. Sem dúvida, o apoio do banco foi fundamental para alcançarmos esses e outros resultados. A prorrogação do patrocínio nos dá tranquilidade para oferecermos aos nossos atletas as melhores condições de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, onde queremos manter a nossa tradição de pódios e voltar com um grande resultado”.

O presidente da CBRu, Eduardo Mufarej, completa: “Há uma década o Bradesco tem sido um parceiro excepcional na jornada do rugby brasileiro. Contribuiu diretamente para nossa ascensão esportiva e institucional, assim como a evolução do nosso ecossistema. Nós ficamos honrados com a extensão do apoio que consolidará o sucesso de nossos objetivos”.

Para o presidente da CBVela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro, a história da confederação com o banco ao longo dos anos é de sucesso e união. “Seremos sempre gratos ao Bradesco por ter nos dado a possibilidade de surgir, existir e gerar tantos resultados positivos. E agora, mais uma vez, o banco mostra todo o seu profissionalismo e parceria com o esporte ao prorrogar o nosso patrocínio para 2021. É uma ação que demonstra o comprometimento que o Bradesco tem com o público e os atletas”, declara.

 

Histórico

Ao longo dos 10 anos de parceria foram inúmeras as conquistas. As modalidades acumularam bons resultados, além de crescente visibilidade com a realização de diversas ações patrocinadas pelo Banco na disseminação das categorias.

Caso do Rugby. Desde 2010, a confederação promoveu dois amistosos internacionais da seleção brasileira com times consagrados e mundialmente conhecidos, os All Blacks Maori e os Barbarians, no Estádio do Morumbi, em São Paulo. Juntas, as disputas reuniram um público de 50 mil pessoas. Foram realizadas ainda seis etapas do Desafio Internacional de Beach Rugby, no Rio de Janeiro, e o projeto ‘Rugby: Todos Por Um’, série inédita do Esporte Espetacular, parceria entre Globo e Bradesco, que destacou a história e os valores da modalidade, contando com a participação dos atletas da seleção e de jovens promessas brasileiras do esporte.

Com a CBJ, foram organizados 39 Desafios Internacionais, quatro Campeonatos Mundiais, cinco Grand Slams e duas edições da série ‘Ippon: A Luta da Vida’, também uma ação conjunta entre a Globo e o Bradesco na promoção do esporte.

Já com a CBVela, o Banco realizou um Mundial da Juventude, sete Copas do Brasil de Vela, quatro edições do evento ‘Sailing Experience’ para clientes Bradesco durante a Copa Brasil de Vela, além da apresentação oficial do Time Olímpico da Vela em 2015.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.