Barroso disse que voto impresso pode levar à judicialização das eleições, o que acha danoso
28 de maio de 2021
  • English

Publicações assegurando que o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, disse que ele mesmo irá judicializar o resultado das próximas eleições caso o voto impresso seja adotado foram compartilhadas em redes sociais desde o último dia 22 de maio. As postagens distorcem, contudo, o posicionamento do ministro. Em repetidas ocasiões, Barroso afirmou que a implementação do voto impresso pode levar a um aumento no número de processos questionando o resultado das urnas, o que ele considera prejudicial. Caso a mudança no sistema eleitoral seja aprovada, as instituições deverão cumprir a decisão, disse Barroso.

Leia aqui matéria completa feita pela Agência de Notícias AFP, parceira da Aberje

 

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.