Ball Corporation lança grupos de afinidade na América do Sul com participação de executivos seniores
30 de novembro de 2021
  • English

Com novas estruturações, a área de Diversidade e Inclusão da empresa se firma como imperativa aos negócios, assim como a Sustentabilidade

A Ball Corporation para América do Sul anuncia a criação de quatro grupos de afinidade – Raça e etnia; Mulheres; LGBTI+; e Pessoas com Deficiência – derivados da área de Diversidade e Inclusão da empresa. A líder mundial em embalagens sustentáveis de alumínio alinha, assim, ações de D&I com iniciativas sustentáveis em todos os pilares de ESG, garantindo aos stakeholders que estas políticas são imperativas aos negócios.

Os grupos de afinidade têm o papel de dar protagonismo aos funcionários de cada grupo, trazendo representatividade para as decisões tomadas. Seguindo a estrutura de governança por pilar e contando com Líderes e Colíderes, padrinhos e madrinhas e Patrocinadores executivos, a Ball traz a presidência, vice-presidência e executivos da empresa para dentro das discussões que envolvem diversidade e inclusão diante de stakeholders, do Comitê de Diversidade e da empresa como um todo.

As estruturações da área este ano começaram com a promoção de Suellen Moraes para a gerência de Diversidade e Inclusão em abril, e seguem se estendendo para atender pautas sociais de maneira efetiva dentro da Ball. “A área de D&I tem report direto para o CEO da empresa e essa é uma mensagem clara de que diversidade não é uma agenda do RH ou de Comunicação, é uma agenda do business. A alta administração enxerga D&I no mesmo nível do que todas as outras áreas de negócio. Globalmente e regionalmente, temos metas e indicadores para medir o nosso sucesso, assim como a área comercial de operações e sustentabilidade”, comenta a Suellen.

A área de D&I foi fundada há seis anos na sede da Ball, em Colorado. Ao longo dos últimos anos, foram desenvolvidos treinamentos de vieses inconscientes, programas especiais para estímulo da liderança feminina, e o reconhecimento internacional dado pelo Prêmio Forbes de 2017 como melhor empresa para se trabalhar para a comunidade LGBTI+. Mas foi em 2020 que a companhia viu a necessidade de acelerar ações de expansão mundial planejadas.

Sobre as metas citadas pela Gerente de D&I da empresa, a Ball Corporation traçou sete objetivos no início deste ano para suas unidades na América do Sul, das quais três já foram cumpridos. Dentre estes, estão o aumento de 15% do número de mulheres nas unidades da Ball na América do Sul, o crescimento de 20% de mulheres no chão de fábrica e o incremento de 20% de diversidade racial em novas contratações feitas em 2021. A meta de treinar 100% dos líderes da Ball em liderança inclusiva se encontra atualmente em 70%. Outras metas incluem o aumento da presença feminina em posições de liderança sênior, gerência e cargos de supervisão e estão em andamento.

Na América do Sul, todo o objetivo das novas estruturações visa trabalhar em um ambiente que potencialize criatividade, inovação e negócios sustentáveis a partir da pluralidade de vivências e ideias, além de garantir a igualdade de oportunidades e segurança psicológica.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *