Yara formaliza compromissos e amplia promoção de diversidade e inclusão no agronegócio nacional
23 de novembro de 2020
  • English

Empresa anuncia entrada no Fórum de Empresas e direitos LGBTI+ e na Rede Empresarial de Inclusão Social

 

A partir de novembro, a Yara passou a fazer parte do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+ e da Rede Empresarial de Inclusão Social pela empregabilidade da pessoa com deficiência (REIS), em uma iniciativa pioneira no setor do agronegócio. Desde 2016, a companhia tem expandido sua atuação em prol da inclusão e diversidade de forma prática, com o objetivo de valorizar, atrair e desenvolver esses profissionais e também ter um ambiente diverso, gerando valor aos seus stakeholders e em sua cadeia de negócios. Para formalizar esse compromisso público, a Yara promoveu, na última terça-feira (10/11), uma live aos seus 6,2 mil colaboradores, com atuação em todo o País, destacando a importância de debater e priorizar o tema, dentro e fora da empresa.

Para o vice-presidente de Recursos Humanos e Comunicação da Yara Brasil, Carlos Lienstadt, a reunião de empresas com o mesmo objetivo é fundamental para trocar experiências e aprendizados nesse momento de transformação. “É com muito orgulho que passamos a integrar essas duas instituições. Valorizamos nossos colaboradores, independentemente de cor, etnia, orientação sexual, identidade de gênero, ou característica considerada como deficiência, e buscamos cada vez mais representar em nossas equipes a diversidade do país, promovendo um ambiente de respeito e colaboração”, explica. “Estamos construindo um time diverso e inclusivo, pois acreditamos na riqueza que isso traz para a nossa empresa. E tenho certeza que essa jornada também nos proporcionará avanços em nossa busca pelas melhores e mais inovadoras soluções para nossos clientes”, acrescenta.

Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+

Como integrante do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, criado em 2013 e que passa a ter 98 empresas comprometidas com a valorização da diversidade no ambiente empresarial e na sociedade, a Yara se compromete a aderir desde já aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção dos Direitos Humanos de Pessoas LGBTI+. Além disso, a empresa passa a atuar de forma proativa no combate à LGBTI+fobia e seus efeitos prejudicais às pessoas, aos negócios e à sociedade. Articular esforços para fortalecer o Fórum e aprimorar práticas de gestão empresarial de forma a gerar valor efetivo para as marcas e para a sociedade também serão tarefas dos representantes da Yara nos debates que envolverão diversas áreas.

“Estamos muito contentes com a entrada da Yara no Fórum e, além de circular os 10 compromissos entre os colaboradores, tenho certeza que a empresa contribuirá muito com todos nós no desenvolvimento de projetos nas suas unidades espalhadas no País, inclusive por meio da colaboração setorial sobre os temas entre empresas signatárias pertencentes ao agronegócio”, diz Raphael Pagotto, secretário adjunto do Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+. “Conquistas importantes para a história do movimento LGBTI+ no Brasil, como a abertura para a inclusão de profissionais trans no mercado de trabalho e o fomento para o reconhecimento de direitos, como a recente consideração de inconstitucionalidade por parte do STF nas restrições impostas a pessoas gays para doação de sangue no Brasil, são em decorrência de uma articulação conjunta entre organizações governamentais e sociedade civil, somada ao protagonismo das empresas cada vez mais”, diz Pagotto.

Os compromissos dizem respeito ao modo de ser, fazer e se relacionar de uma empresa com seus diferentes stakeholders. Porém, segundo o Fórum, para que aconteça de forma efetiva é necessário ter o engajamento das lideranças e profissionais de diferentes áreas, como presidência; RH; Jurídico; Marketing; Compras; Relações com a Comunidade e Responsabilidade Social. Este, por exemplo, é o foco do primeiro deles. Para conhecer mais sobre os outros compromissos assumidos pela Yara, acesse: https://www.forumempresaslgbt.com/10-compromissos

Rede Empresarial de Inclusão Social (REIS)

 Ao aderir ao REIS, movimento colaborativo formado por cerca de 100 empresas com o objetivo de mobilizar organizações para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, promovendo assim um ambiente mais inclusivo e uma sociedade melhor, a Yara se torna pioneira na formalização dos compromissos dentro do segmento do agronegócio nacional. Recentemente, a empresa recebeu as últimas inscrições de profissionais interessados em participar do programa Inclusão em Ação 2020. A expectativa é de que, até o final do ano, 40 pessoas com deficiência iniciem suas carreiras profissionais nas unidades localizadas em diversas regiões do País. Esta é a primeira vez que a empresa expande o programa para as suas plantas industriais e uma das novidades será a presença de um profissional cadeirante atuando na operação. “Esperamos que a chegada da Yara na REIS possa influenciar todo o setor do agronegócio nacional, porque existe muito potencial e a empresa está sendo pioneira na gestão mais qualificada do profissional com deficiência”, afirma Ivone Santana, executiva da Rede Empresarial de Inclusão Social.

A REIS possui uma governança bem estruturada, com Conselho de CEOs, Grupo Diretor, secretaria executiva e quatro grupos de trabalho: Comunicação, Pacto, Encontros e Relacionamentos e Parcerias. Ao assinar o Pacto pela Inclusão REIS, a Yara se compromete a preencher o Guia Temático de Indicadores Ethos-REIS, e os profissionais da Yara poderão debater esses temas com outros profissionais que representam aproximadamente 114 empresas nacionais e multinacionais.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.