Agenda 2030: Comunicação e Engajamento

A Plataforma Ação para Comunicar e Engajar (PACE) é formada por comunicadores e profissionais de sustentabilidade que atuam nas organizações signatárias do Pacto Global. Os principais objetivos são o engajamento e sensibilização dos setores de comunicação das organizações, a disseminação dos Dez Princípios e dos ODS para os integrantes do Pacto Global e para os seus stakeholders e a criação de conteúdos compartilhados, bem como a definição coletiva de estratégias de comunicação para apoio das diretrizes de atuação da Rede Brasil. Natália de Campos Tamura é representante da Aberje na secretaria executiva da plataforma e editora do blog Agenda 2030: Comunicação e Engajamento. A manutenção desta frente de representação institucional da Aberje tem o apoio da SAP.

Apoio

Consumo consciente: como utilizar corretamente os recursos naturais?
15 de fevereiro de 2022
  • English

A preocupação em relação à preservação dos recursos naturais é cada vez mais presente na sociedade. Este movimento vem do fato de que uma má gestão de recursos naturais pode levar à sua escassez. As boas práticas que respondem a essa necessidade de conservação estão diretamente ligadas às metas do ODS 12 – Consumo e Produção Responsáveis, que visam promover o uso eficiente e a gestão sustentável de recursos naturais e energéticos.

O consumo consciente de recursos naturais deve ser aplicado tanto para aqueles que não se renovam, quanto para os renováveis. Além de preservarmos o meio ambiente, essas mudanças de hábitos refletem positivamente em outros aspectos, como economia de gastos e melhoria de qualidade de vida. A redução do desperdício e da poluição, bem como a diminuição de outros impactos negativos para o planeta, irão beneficiar as gerações atuais e futuras.

E como é possivel fomentar o consumo consciente no dia a dia?

Pequenas ações podem ser o melhor caminho para transformar nossos hábitos, como separar o lixo reciclável para facilitar a coleta seletiva, reaproveitar o lixo orgânico por meio da compostagem, reduzir a utilização de plástico, ser consciente no consumo de água e energia e sempre compartilhar boas práticas.

No âmbito empresarial, políticas, processos e procedimentos claros para tratar do tema são fundamentais para reduzir impactos de maneira consistente. A Construtora Barbosa Mello possui diversas iniciativas que fomentam o uso consciente de recursos naturais. Em suas obras, por exemplo, é realizada a gestão dos resíduos, seguindo diretrizes para minimizar a geração e assegurar sua rastreabilidade.

Algumas ações realizadas pela Construtora Barbosa Mello (CBM) nesse sentido são: (i) produção de compostagem a partir de resíduos orgânicos; (ii) logística reversa, quando aplicável, em cadeias produtivas aderentes (ex. toners, pilhas, pneus, baterias e agrotóxicos); (iii) coleta seletiva em todas as frentes de serviço, com destinação de resíduos recicláveis, sensibilização do time por meio de oficinas educativas, jogos e dinâmicas sobre a segregação correta dos resíduos; (iv) destinação adequada de óleo usado ou contaminado, itens contaminados com graxa e óleo, lâmpadas fluorescentes, sucatas metálicas, madeiras e pneus.

O consumo de água em suas obras também é acompanhado de perto, com foco na redução do volume utilizado e no reaproveitamento ao longo da cadeia produtiva. A maior aplicação desse recurso na construção pesada se dá para a limpeza e manutenção dos equipamentos e a umectação de vias por onde trafegam caminhões e máquinas, para combater a geração de poeira e reduzir o desconforto dos moradores das comunidades onde atua. Uma importante iniciativa nesse sentido é o reaproveitamento do líquido proveniente das  para umectação de vias e hidrossemeadura, e a recirculação do efluente do lavador de equipamentos das obras. Além disso, a CBM adota o sistema de reutilização de água proveniente de ar-condicionado nas obras.

Em suma, são diversas as iniciativas que podem ser tomadas na rotina das pessoas e das empresas para promover o consumo consciente e a preservação dos recursos naturais, não se limitando a essas mencionadas acima. Se cada um fizer a sua parte, aumentam as expectativas de um futuro melhor para o planeta e para as próximas gerações.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin