Futurologia

Veja aqui as 5 Internal Communications Trends for 2019
28 de fevereiro de 2019
  • English

A comunicação interna está mudando lentamente. Ainda vemos muitos boletins informativos e revistas com o conteúdo habitual. Esses materiais raramente interessam de fato os funcionários. Eles querem ser ouvidos, querem ser levados a sério e apreciam uma comunicação rápida e honesta.

Quais são algumas das tendências que esperamos influenciar as comunicações internas em 2019?

 

  1. Mais escuta, menos envio

Como sabemos, ouvir é difícil. Em muitas organizações, a gerência sênior está feliz com os processos tradicionais. Análises anuais de desempenho e pesquisas anuais com funcionários (ou uma vez a cada dois anos) são processos lentos e geralmente não requerem ação imediata (“Primeiro temos que estudar os resultados…”). A gerência sênior não gosta de ação imediata. Com os processos antigos, você pode fingir que está ouvindo, enquanto não está. Organizações que realmente se importam estão cada vez mais focadas no que é chamado de “escuta contínua”. Em seu artigo “Employee Engagement 3.0: Humu Launches Nudge Engine“, Josh Bersin descreveu como uma Arquitetura de Feedback Empresarial avançada poderia parecer.

 

  1. Mais peer to peer e down-up, menos de cima para baixo

As comunicações internas tradicionais estão focadas nas comunicações de cima para baixo. O que nossos funcionários precisam saber? Podemos observar uma lenta mudança a longo prazo em direção a mais comunicações entre pares (comunicações comunitárias), combinadas com comunicação ascendente, aproveitando a sabedoria da multidão. A inclinação natural nas organizações ainda é de cima para baixo. Muitas organizações estão atualizando seu processo de integração e existem várias soluções inovadoras que podem ajudar a fazer isso. A questão-chave ainda é: “O que nossos novos funcionários precisam saber?” e não “O que podemos aprender com nossos novos funcionários?”. Tornou-se muito mais fácil reunir boas ideias e opiniões dos funcionários da organização, sem ter que projetar questionários longos e estruturados. Um software poderoso, capaz de analisar textos não estruturados, está disponível em diferentes fornecedores.

 

 

  1. Mais personalização

No artigo “10 inspiring HR trends for 2019”, Tom Haak coloca a personalização no topo da lista. A personalização nas comunicações internas tem um longo caminho a percorrer. Ainda muitas mensagens são endereçadas a “Todos” e não adaptadas aos perfis individuais dos receptores.

 

  1. Medição traduzida em ação – rápido

Os atuais processos primários nas organizações (agile, design thinking) exigem feedback rápido e ação rápida com base no feedback. Quantos funcionários receberam e digeriram nossa mensagem? Quais canais funcionaram melhor para quais funcionários? A essência da mensagem foi entendida? As pessoas agiram depois da mensagem? Qual visual funcionou melhor? A escuta contínua só faz sentido se você estiver preparado para uma ação rápida, no nível certo. Exemplo: muitos recrutadores podem ver através do LinkedIn quais funcionários em sua organização estão procurando outros trabalhos, fora da organização. Muitas vezes, os funcionários estão cientes e, se a procura de emprego é visível, eles não se importam. Faz sentido para o recrutador (ou para alguém no RH) entrar em contato com o funcionário e perguntar se ele pode ajudar a encontrar um próximo passo interno adequado.

 

  1. Mais visuais e vídeo, menos texto

Nós vemos mais e mais foco nas comunicações visuais. O uso corporativo do Instagram e do Facebook parece aumentar. Sites de carreira e intranets geralmente contêm muitas mensagens visuais. A credibilidade das mensagens é maior, quando são produzidas por pessoas reais e não pelo departamento de comunicação.

 

Este texto foi escrito originalmente por Tom Haak, fundador e diretor do The HR Trend Institute. Veja aqui: https://hrtrendinstitute.com/2019/01/07/5-internal-communications-trends-for-2019/

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin