Nota de falecimento: Clóvis Rossi
14 de junho de 2019
  • English

O jornalista Clóvis Rossi, de 76 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, dia 14. Ele estava em casa, onde se recuperava de um infarto.

Nascido em São Paulo em 25 de janeiro de 1943, Rossi era colunista, repórter especial e membro do conselho editorial do jornal Folha de S.Paulo. Estava na empresa desde 1980.

Formado na Faculdade Cásper Líbero, começou sua carreira em 1963. Trabalhou Correio da Manhã, O Estado de S.Paulo e no Jornal do Brasil. Também teve passagens na revista Isto É e Autoesporte e pelo Jornal da República. Manteve um blog no espanhol no El País.

Rossi ganhou vários prêmios ao longo de sua carreira, entre eles, dois dos mais importantes prêmios jornalísticos na América Latina: o Maria Moors Cabot, concedido pela Columbia University, e o da Fundação Nuevo Periodismo Ibero-americano, pelo conjunto da obra, que recebeu das mãos do criador do órgão, Gabriel Garcia Márquez.

Entre seus livros estão “O que é jornalismo” (1980), “Militarismo na América Latina (1990) e “Enviado especial: 25 anos ao redor do mundo” (1999).

O jornalista deixa esposa, Catarina Rossi, três filhos e três netos.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.