Profissionais se reúnem em Cuiabá para discutir a comunicação empresarial no agro
02 de outubro de 2018

Profissionais de comunicação corporativa do agronegócio de Mato Grosso promoveram no último sábado, 29 de setembro de 2018, em Cuiabá (MT), o primeiro encontro para discutir os caminhos da comunicação no agro. O evento teve o apoio da Aberje.

Entre os palestrantes estavam o diretor de Comunicação Coorporativa da Bayer e vice-presidente do Conselho Deliberativo da Aberje, Paulo Pereira; a gestora do Núcleo de Comunicação da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Cláudia Luz; e o supervisor de comunicação da Amaggi, Daniel Escobar. A Amaggi é associada da Aberje.

Em sua palestra, Cláudia Luz destacou a perspectiva das entidades do agro sob o ponto de vista da comunicação. Falou também sobre o trabalho desenvolvido pelo Sistema Famato e os desafios de levar informação para os produtores rurais e à sociedade em geral. “Se somos protagonistas na produção de grãos e de carne, por que não ser na comunicação deste setor que movimenta a economia nacional? Pensando nisso, resolvemos, com o apoio da Aberje, estruturar este primeiro encontro dedicado exclusivamente aos profissionais que trabalham nas entidades de classe e empresas do agro”, explicou.

Daniel Escobar apresentou o trabalho feito pela Amaggi, que há mais de 40 anos atua no mercado de commodities agrícolas. Assim como acontece nas entidades de classe, Escobar mostrou que o desafio da comunicação neste setor é posicioná-la como uma área estratégica da empresa. “Precisamos mostrar diariamente que a comunicação não é custo ou uma necessidade para apagar incêndios. É necessário fazer as entregas, mas ao mesmo tempo mostrar o que é estratégico para a empresa”.

Há 14 anos Paulo Pereira trabalha na Bayer. Sua bagagem de experiência já demonstrou que “cabe à área de comunicação aumentar a conscientização sobre a importância do mercado do agro para o público leigo e valorizar o papel do agricultor e do agronegócio”.

Pereira apresentou o funcionamento da comunicação na Bayer e os projetos que vem sendo desenvolvidos na produção de conteúdos tanto para o público interno quanto externo. Além disso, falou sobre os projetos criados no intuito de humanizar a imagem do agricultor e da agricultura. “Queremos mostrar que o agricultor é um ser humano como qualquer outro, que tem família, está preocupado com a sustentabilidade da sua produção. Então, ele cuida bem do meio ambiente, da água, do solo e tem responsabilidade por trás de tudo o que faz”, acrescentou.

O encontro contou com forte adesão de empresas e entidades do setor. Ao todo, cerca de 30 profissionais que atuam em Mato Grosso participaram do evento. Entre eles estavam os times de comunicação da Famato, Amaggi, Fundação André e Lucia Maggi, Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Bom Futuro, Bom Jesus, e Instituto Mato-grossense da Carne (Imac).

Também apoiaram o evento a Pixart Soluções Audiovisuais e o Hotel Odara.

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *