Aberje marca presença no Whow – Festival Digital de Inovação
16 de novembro de 2020
  • English

Hamilton dos Santos, diretor-geral da Aberje, mediou painel sobre liderança e inovação

A 4ª edição do Whow! – Festival Digital de Inovação para Negócios, foi realizada entre os dias 10 e 12 de novembro, com uma extensa e dinâmica programação, transmitida exclusivamente em sua própria plataforma. Entre centenas de palestrantes convidados, a Aberje marcou presença com a participação do diretor-geral da entidade Hamilton dos Santos, jornalista, mestre e doutorando em Filosofia pela USP.

Foram mais de 250 palestrantes convidados que abordaram cerca de 75 temas durante 65 horas de conteúdo. Entre eles Discurso x Realidade: liderança e inovação em cenários de incerteza”, painel mediado por Hamilton que contou com representantes de empresas associadas à Aberje, Otávio Thomé, head de Inovação do GPA, e Danilo Rocha, VP de Logística da Scania Latin America, além de Carolina Sevciuc, diretora de Transformação Digital da Nestlé Brasil.

Na ocasião, Hamilton provocou os participantes do painel ressaltando que a palavra inovação sempre foi associada à tecnologia e que agora não é possível falar de inovação sem falar de pessoas. “Aqui na Nestlé, o que fazemos continuamente é enxergar as pessoas e os colaboradores como o maior pool de talentos que temos para alcançarmos as metas da agenda de transformação digital da companhia”, comentou Carolina.

Por sua vez, Rocha da Scania falou da questão de inovação na área de Recursos Humanos da companhia. “Estamos em fase de transformação com uma nova cultura e modelo de negócio rumo ao nosso propósito de transporte sustentável e a área de RH está totalmente dentro dessa jornada”. Na visão de Thomé do GPA, inovação não é algo que se centraliza em apenas uma área, mas está diluída em toda a organização. “A inovação sempre fez parte do DNA da companhia, temos basicamente dois principais objetivos aqui na área: a questão cultural e de conexão com o negócio”.

Durante a live, Hamilton colocou alguns assuntos que vieram à tona durante a pandemia. Ao ressaltar a questão da liderança, especificamente sobre competências necessárias a uma boa gestão, o mediador tomou como base uma das pesquisas realizadas pela Aberje junto a 200 grandes empresas nacionais, que revela as principais habilidades de um bom líder: capacidade de avaliar contexto e tendências; flexibilidade e adaptabilidade à mudanças; orientação para resultados; profundo conhecimento do setor em que atua; gestão de pessoas e capacidade de liderar em tempos de complexidade. 

Outro ponto destacado por hamilton foi a questão do home office, dos modelos híbridos do ponto de vista da inovação, que se estabelecerão no pós-pandemia. Indagados pelo mediador, os participantes argumentaram que um dos maiores entraves para uma organização brasileira inovar é a cultura mais engessada, já que a inovação não é sobre tecnologia, mas sobre pessoas. 

 
Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.