×

Comitês de estudos temáticos constituem-se de um grupo fixo anual de profissionais nomeados por organizações integrantes da base associativa da entidade, que se reúnem com regularidade e calendário predeterminado para discutir, aprofundar ou gerar novos conhecimentos e conteúdos sobre determinado assunto identificado como de interesse.
A proposta é contribuir para a ampliação do conhecimento, num processo de elaboração interna dos contextos, dos conceitos e das experiências por meio de uma construção colaborativa. Com isso, o comitê faz análise crítica e produção criativa sobre o tema escolhido, debate sobre o que há de mais avançado na área e estimula a troca de experiências entre profissionais de diferentes setores.

Objetivos:

Refletir, compartilhar e produzir ideias, experiências e documentos

sobre a gestão estratégica corporativa de comunicação e sua interrelação com questões reputacionais e/ou resultados de negócio;

Avaliar, discutir e apresentar sugestões

de melhoria para desenvolvimento das atividades na área de comunicação no tema específico de cada grupo constituído;

Identificar e disseminar as boas práticas e os desafios da comunicação

empresarial no tema específico de cada grupo constituído;

Promover o debate de questões prioritárias apontadas pela Diretoria da Aberje

e por consulta ao corpo associativo, desenvolvendo e produzindo conhecimento crítico;

Promover oportunidades de networking e benchmarking;

Constituir-se em instância de sugestão de pautas para os canais impressos e digitais da Aberje

de produção de ideias para pesquisas e/ou condução de processos de investigação junto ao DatAberje e de apoio na curadoria para convite e orientações estratégicas a palestrantes e instrutores de cursos e eventos da entidade e a autores da Aberje Editorial.

Constituição, Inscrição e Realização dos comitês

Regulamento
Inscreva-se

Comitês Ativos

Comunicação com Empregados

Os profissionais que atuam na comunicação com empregados nas organizações precisam compreender as atuações política, estratégica, tática e operacional de seu trabalho. O comitê busca desenvolver uma visão crítica e abrangente a respeito dos principais desafios e paradigmas da função de comunicação com empregados, passando pela capacidade de traçar planos, campanhas, projetos, campanhas, canais e orçamentos no tema, mas pensando ainda nas intersecções com outras disciplinas – tanto no contexto de interação ou expressão da Cultura Organizacional e da Gestão da Mudança quanto em pontos como Crises Corporativas, Comunicação Não-Violenta, perfil e desempenho de lideranças, humanização e construção de sentido nas organizações.

Comunicação, Integridade e Compliance

As organizações e os comunicadores têm enfrentado desafios para atender às demandas de programas de conduta ética e compliance, que não estejam finalizados pela simples publicação de regras. Os resultados de comportamento envolvem questões além da informação aos funcionários, e que precisam ser compreendidas para um trabalho efetivo entre áreas transdisciplinares, tornando-se orgânicos no modo de ser de cada um. O comitê vai analisar o tema sob o prisma reputacional, refletindo sobre revoluções tecnológicas, pressões sociais e crescente exposição das organizações. Também contemplará discutir a área de Governança Corporativa e seus mecanismos de avaliação e gestão de riscos, criação de políticas, monitoramento e controle.

Mensuração de Resultados em Comunicação

A gestão da comunicação contempla atividades de planejamento, execução e controle de resultados, avaliando a sua contribuição para a estratégia do negócio. Gestores precisam saber quanto cada etapa do plano de comunicação pode trazer de resultados para definir os investimentos que podem ser feitos para a sua melhor realização. É importante conhecer metodologias de pesquisa qualitativa e as principais fórmulas de cálculos para medir retornos quantitativos de ações de comunicação. O comitê vai analisar o cenário atual e as perspectivas de incremento no trabalho de mensuração com definição de critérios, formação e análise de indicadores e ROI da comunicação. A proposta é discutir possibilidades de menuração das ações de comunicação e como capacitar o comunicador a gerenciar este processo para melhor tomada de decisão do negócio.

Comunicação e Engajamento na Inovação e Transformação Digital

Num cenário de transformação constante, é preciso pensar em como a comunicação colabora para a melhor adaptabilidade das pessoas internas ou externas ao negócio envolvidas seja em relação a novas tecnologias ou a novas formas de entender o mundo e a relação entre pessoas, instituições e marcas. Com foco na gestão e na comunicação da mudança é que se pode chegar no aumento da produtividade, otimização do tempo, redução nos custos e oferta de melhores ou diferentes experiências. O comitê vai colocar em debate conceitos e experiências sobre a comunicação como interveniente propositiva e positiva desde a estratégia (pensamento colaborativo, novas metodologias de gestão, inteligência da multidão, perfil do profissional inovador, arquitetura da integração, transformação cultural, gestão da mudança, traços culturais da inovação) até as táticas (labs de discussão e ação, acolhimento de startups, concursos de ideias, ações de digitalização de processos e tarefas, plataformas para ecossistemas de negócios inovadores) em torno do tema da transformação organizacional para a inovação.

ATENÇÃO!


Para fazer parte dos Comitês Aberje de Estudos Temáticos, é preciso:

Para inscrever seu nome na lista de espera dos próximos processos seletivos dos comitês já ativos, envie uma manifestação de interesse para o e-mail comites@aberje.com.br.