José Eduardo Carneiro Queiroz, do escrirório Mattos Filho

José Eduardo Carneiro Queiroz, do escrirório Mattos Filho

Em mais uma edição do Ciclo de debates #mfriendly, evento que reúne profissionais e convidados para debater o tema LGBT no universo corporativo e na sociedade, o Mattos Filho, associado da Aberje, assinou a carta de adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBT, com a presença do secretário-executivo, Reinaldo Bulgarelli.

A iniciativa reforça o compromisso do escritório com a promoção dos direitos LGBT. Lançado em setembro de 2016, o #mfriendly visa fomentar um ambiente ainda mais inclusivo no escritório, além de inspirar a rede de relacionamento a partir da discussão do assunto. A participação é aberta a todos os profissionais – tanto LGBTs quanto apoiadores. Conheça mais sobre o #mfriendly no site do Mattos Filho.

Fazer parte do grupo de grandes empresas signatárias da Carta de Adesão ao Fórum e aos 10 Compromissos da Empresa com os Direitos LGBT significa reunir esforços para colocar em prática esses compromissos. É importante demonstrar para a comunidade interna e externa que a empresa está comprometida em respeitar e promover os direitos LGBT. Entre as 36 organizações participantes até este momento, estão os associados da Aberje Avon, 3M, Basf, Bayer, Dow, IBM, Pwc, Pfizer, Monsanto, Whirlpool, White Martins/Praxair e SAP.

 

SOBRE O FÓRUM – Criado em março de 2013, o Fórum de Empresas e Direitos LGBT é uma organização informal que reúne grandes empresas em torno do compromisso com o respeito e a promoção dos direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais e tem como objetivo influenciar o meio empresarial e a sociedade sobre a temática.

Questões de diversidade possuem um fator econômico decisivo e importante para o desenvolvimento e inovação, pois afetam diretamente na produtividade, na criatividade, na autoestima dos colaboradores e no clima organizacional das empresas. As melhores ideias vêm justamente das pessoas que, ao chegarem ao trabalho, vem de uma forma total.

O propósito do Fórum é estimular ações que ajudem as empresas e repensar suas estratégias, desmistificando o tema em âmbito empresarial, influenciando a gestão e as lógicas institucionais, não pela discriminação e sim pela riqueza da diversidade, capaz de atrair múltiplas competências complementares.

Para orientar as ações de suas diferentes instâncias o Fórum possui um regimento interno composto por: Comitê de Empresas, Comitê Gestor, Conselho Consultivo, Comitês Temáticos, Secretaria Executiva. Há também o Comitê de Presidentes e o Comitê de Executivos de RH, entre outros: instâncias que promovem a interação de diferentes áreas das empresas com o tema. Além de eventos periódicos para compartilhar as melhores práticas das empresas signatárias, fomentar o respeito à diversidade sexual e identidade de gênero e abrir espaços para diálogos entre empresas e a comunidade, o Fórum elaborou os “10 Compromissos para a Promoção dos Direitos LGBT”, que expressam o entendimento sobre o papel das empresas e uma agenda de trabalho.

Nestes encontros, é explorada uma agenda de inovação, de adição de valor com oportunidades de negócios éticos e na gestão socialmente responsável – que contribui para o desenvolvimento sustentável. Também estimulam o compromisso das empresas  para a construção de patamares cada vez mais elevados de respeito aos direitos humanos.