Superintendente de Comunicação da Sabesp fala sobre comunicação de serviços essenciais durante a pandemia no podcast FalAção publicado em: 20/07/2020

Fabio Toreta

Como a pandemia afetou as operações da Sabesp, uma empresa de serviços essenciais? E quais as lições que o setor de Comunicação aprendeu durante este período? Neste FalAção, quem conta é Fábio Toreta, superintendente de Comunicação da Sabesp, a maior empresa de saneamento básico das Américas, atuante principalmente no Estado de São Paulo. Este episódio foi patrocinado pela Sabesp.

O executivo informa que atualmente a Sabesp tem como principal projeto o “Novo Rio Pinheiros”. O programa inclui obras de saneamento nos córregos afluentes do rio, a fim de instalar tubulações para a coleta de esgoto em áreas de grande vulnerabilidade. Cerca de 500 mil imóveis devem receber coleta e tratamento de esgoto, deixando de despejá-lo diretamente nesses córregos que seguem até o rio. “A despoluição do Rio Pinheiros traz um grande impacto social. Isso reflete no trabalho da Comunicação, na lógica de engajarmos a população a fazer a parte dela no que se refere à responsabilidade socioambiental”, comenta.

Com presença massiva nas redes sociais, e seus diferentes canais de comunicação – TV Sabesp, rádio Sabesp e podcast Sabesp – a companhia visa levar conhecimento às diferentes camadas da população. “Nosso papel é fazer com que isso se torne interessante; traduzir algo que é complexo para a sociedade – com seus diferentes graus de formação -, falar dos tantos benefícios gerados pela empresa como: qualidade de vida, saúde e bem-estar por meio de rios limpos, praias limpas, água com alta disponibilidade para todos… Temos muitas campanhas dentro dessas narrativas para que a população use esse recurso de maneira consciente”, salienta.  

Toreta lembra que a Sabesp é uma companhia que está intimamente ligada ao dia a dia das pessoas. “É uma empresa que faz o delivery dentro das residências e a logística reversa, retirando o esgoto. Ela é tão íntima que as pessoas não percebem o valor e a tecnologia que está por trás para que isso aconteça. O desafio da Comunicação é dar visibilidade a todo o back office disso – engenharia, tecnologia, automatização, inteligência, intervenções técnicas – por parte da empresa, para que a água chegue com qualidade na casa de cerca de 30 milhões de pessoas no Estado em São Paulo”, ressalta. 

Ele conta que a comunicação interna da Sabesp é voltada ao engajamento de seus colaboradores e terceirizados, para que sejam multiplicadores de um propósito maior, somando esforços de várias pessoas. “Temos a comunicação corporativa, que vem da instituição, e a comunicação descentralizada, via polos de comunicação nas diferentes regiões do Estado. Além dos canais interativos e novas ferramentas que estamos buscando, para informar e engajar nossos funcionários nos diferentes temas da empresa”, conta.

Sobre a pandemia, a Sabesp vem promovendo uma série de ações para amenizar as dificuldade de comunidades mais carentes. Uma delas foi a isenção de pagamento na tarifa social de água de mais de 2,5 milhões de consumidores, durante três meses, estendidos por mais dois (até agosto). A reserva de água em caixas d’água é outra questão importante para a companhia, já que muitas residências em bairros periféricos sequer possuem esse equipamento. “Até o momento, doamos – em parceria com outras empresas da iniciativa privada – cerca de 5.500 caixas d’águas para comunidades”, revela.

Entre as lições aprendidas na crise, ressalta Toreta, o trabalho a distância foi a principal, já que boa parte da área administrativa passou a atuar nesse sistema. “É possível trabalhar de maneira integrada e colaborativa, via reuniões virtuais, lives e até simplificando procedimentos. “Vejo que a questão das desigualdades ficou bem evidenciada com a pandemia. Tivemos muitos aprendizados nesse sentido em termos de levar informações verídicas para a população, com tanta fake news. Além de aprendermos a lidar com nossas vulnerabilidades emocionais diante de tantas mudanças que essa pandemia nos traz”.

Com episódios curtos, de até 30 minutos de duração, o podcast vai ao ar toda segunda-feira de manhã e possui dois formatos. Um chama-se TENDÊNCIAS, em que um especialista fala sobre temas prementes do mercado. O outro formato chama-se DESAFIOS. Nele, um convidado comenta dilemas reais do mercado, a partir de suas experiências profissionais.

O FalAção quer ouvir você! Mande um o e-mail para podcast@aberje.com.br ou em nossos canais nas redes sociais, com sugestões, críticas e dilemas que têm vivido na comunicação. A Aberje está coletando as histórias, participe!

O podcast é apresentado por André Felipe de Medeiros e produzido pela equipe da Aberje, formada por Andre Nakasone, Emiliana Pomarico e Victor Pereira.

Ouça aqui

Spotify

https://open.spotify.com/episode/46HcyIfFhHBhQKMB67O4u2

Apple Podcast

https://podcasts.apple.com/us/podcast/fala%C3%A7%C3%A3o/id1515306930

Google Podcasts

https://www.google.com/podcasts?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy8xNjM3ZTU5MC9wb2RjYXN0L3Jzcw==

Deezer

https://www.deezer.com/br/show/974792

Veja a lista completa de tocadores disponíveis na plataforma Anchor: https://anchor.fm/falacao-aberje

 

Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *