Insights de como tornar seus líderes ativos, visíveis e engajados 28 de abril de 2020

Na quinta-feira, 25, aconteceu o webinar “Executivos conectados – como tornar seus líderes ativos, visíveis e engajados”, promovido pela Aberje em parceria com Workplace from Facebook.

O encontro trouxe alguns insights preciosos através de dicas compartilhadas pela Abby Guthkelch, Global Communications Solutions Lead, Workplace from Facebook, e pela Paloma Redondo, Internal Communications Business Partner, Workplace from Facebook.

Alguns dados importantes para contextualizar: organizações conectadas em geral são 21% mais lucrativas, 17% mais produtiva e têm 40% menos rotatividade de talentos do que as concorrentes.

Em uma edição especial promovida Edelman, o Trust Barometer em tempos de COVID-19 traz que em oito dos dez países pesquisados, o empregador é visto como mais preparado sobre o vírus do que o país onde os indivíduos moram. Daí a importância de termos líderes preparados para atuarem como comunicadores e porta-vozes.

Mas para que os líderes construam sua presença, é preciso que a Comunicação Interna seja estratégica, começando pelos seus objetivos de negócio e desenvolvendo uma estratégia de conteúdo, garantindo que esteja alinhada ao calendário ou à estratégia da empresa como um todo.

Para ser relevante, deve entender não só o que deseja fazer, mas também o que seu público necessita e certificar-se que tenha perspectivas valiosas, apresentadas de forma interessante.

Dedicar tempo para que os líderes se envolvam com as pessoas e participem da comunidade é uma parte significativa de ser um CEO transparente e conectado. E algumas dicas para as lideranças são:  seja você mesmo, transmita as mensagens com autenticidade; se você não diria uma frase alto, não a escreva em uma postagem; em vez de um post longo, opte por diversos textos e animações que resumem o que a equipe de liderança fez durante a semana; cuidado com a superexposição, um líder engajado demais, ativo em todos os lugares, pode gerar ansiedade e criar imagem de que todos precisam estar respondendo o tempo todo.

Para conseguir mais interatividade nos posts, é preciso analisar os formatos que estão sendo usados. Se os posts são muito longos, encaminhados, demanda muito tempo e energia para ler, provavelmente não terão o mesmo nível de interação de um vídeo.

Muitos líderes estão aceitando o compromisso de ficarem visíveis e acessíveis neste momento. Informar os funcionários sobre o que está acontecendo tanto na empresa como também de forma mais ampla no ambiente em que operam é essencial. Assim como demostrar cuidado em termos de saúde e segurança, mas também comunicando mudanças de políticas, operacionais e de pessoal.

Alguns recursos recomendados para que os executivos desenvolvam suas habilidades de comunicação (por escrito, áudio, vídeo, podcasts, TED Talks): convencer os executivos a mudarem de mentalidade para entender o verdadeiro valor que eles podem oferecer e seu papel na comunidade. Fortalecer habilidade de apresentar-se na frente da câmera. A única maneira de convertê-los é praticando e também fazendo com que eles se sintam mais competitivos (mostrar posts que tiveram sucesso, ganharam muitas reações e comentários, provar que esse tipo de comunicação funciona).

Entender o clima, ter uma leitura instantânea da saúde da comunidade on-line e ajudar a lidar com as implicações para saúde mental em períodos prolongados de isolamento e da falta de coletividade são movimentos cruciais neste momento.

Dicas finais de livros compartilhados pela Abby: The Social CEO: How Social Media Can Make You A Stronger Leader (Damian Corbet) e The Mind of the Leader: How to Lead Yourself, Your People, and Your Organization for Extraordinary Results (Rasmus Hougaard e Jacqueline Carter).

Twitter e-Mail Facebook Whatsapp Linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *