A produção de conteúdo multimídia para diferentes plataformas é uma tendência mundial. Seguindo nessa trilha, a Vale lançou, no fim de maio, o “V.Doc – Contando histórias”, uma nova ferramenta que pretende levar ao público em geral, e ao jornalista em particular, informações relevantes sobre a Vale por meio de vídeos, mas de uma maneira diferente: usando a linguagem do documentário. A exemplo do Podcast Vale, lançado em março, o V.Doc visa ampliar a comunicação da Vale com os seus diversos públicos.

Simples, diretos e informativos, os filmes, produzidos por profissionais da Assessoria de Imprensa da Vale, serão atualizados mensalmente e ficarão hospedados no site e nos canais digitais da empresa.  “Assim como no podcast, acreditamos que as pessoas que têm interesse na Vale terão a seu dispor, a qualquer momento, mais uma opção de acessar informações sobre ativos e iniciativas da empresa com um novo olhar”, explica Mônica Ferreira, gerente geral de Relacionamento com a Imprensa e Mídias Digitais da Vale.

Os três primeiros filmes do V.Doc já estão disponíveis no site (www.vale.com), na sala de imprensa (www.vale.com/saladeimprensa) e no canal do Youtube (youtube.com/vale) da empresa.  Veja abaixo um resumo de cada um deles:

Ponta da Madeira – Um porto, 30 anos, muitas histórias – Passeie pelos 30 anos de história do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA), um dos portos mais produtivos do país. Conheça alguns de seus empregados, como Aurélio Carvalho Furtado, operador de carregador de navio que trabalha no local desde o início das operações, e Ana Beatriz Gomes, que começou como Jovem Aprendiz e hoje é técnica em Mecânica.

Um Porto em Miniatura – Em parceria com a Fundação Centro de Tecnologia de Hidráulica (FCTH), a Vale mantém um tanque de mil metros quadrados no campus da USP, em São Paulo. O local reproduz em tamanho 170 vezes menor parte da Baía de São Marcos e o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA), onde a Vale embarca o minério produzido de Carajás. Entenda as melhores estratégias e soluções logísticas criadas pelos pesquisadores da FCTH e da Vale para aumentar a produtividade do porto, que é referência no Brasil.

Vida longa aos cavalos-marinhos – A fauna marinha é diversa e delicada. Há espécies, como o cavalo-marinho, que são essenciais para o equilíbrio deste meio. Entretanto, por várias razões, muitas estão ameaçadas. Instituições como a Fazenda Marinha da Vale, em Mangaratiba (RJ), trabalham para conservar o cavalo-marinho e o seu habitat. Pesquisadores se dedicam também à reprodução dos animais em laboratório para doá-los a aquários no Brasil. Viaje conosco nesta história e conheça mais sobre o projeto.

V.Doc-página_imagem