Gabriela Malta

Aconteceu, na última quarta-feira, 22, na Sala São Paulo – um dos cartões postais da cidade –, a cerimônia de premiação do Prêmio Aberje.

Considerado a mais importante premiação da comunicação corporativa do país, o Prêmio Aberje segue há 43 edições reconhecendo e divulgando as melhores práticas e iniciativas na área da comunicação com transparência e credibilidade. Neste ano, foram inscritos mais de 200 cases nas 17 categorias do Prêmio. Veja ao final todos os vencedores. As fotos do evento podem ser conferidas na fanpage da Aberje no Facebook.

Foram anunciadas também as premiações especiais de Mídias do Ano, reconhecimento conferido anualmente a veículos e empreendimentos de mídia que se destacaram em sua esfera de atuação; e Comunicadores do Ano, para os profissionais que se destacaram dentro e fora de suas organizações.

Reconhecimento que gera valor

A orquestra sinfônica do Instituto Bacarelli, parceiro da Aberje, fez o concerto de abertura. Já a solenidade foi iniciada por Gislaine Rossetti, presidente do Conselho Deliberativo da Aberje e diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Latam. “O Prêmio Aberje tem como objetivo reforçar a importância da comunicação para potencializar os negócios e intensificar a força institucional das organizações, seus valores, seus propósitos e suas marcas”, disse Gislaine.

Gislaine Rossetti faz abertura do evento (Foto: João José Carniel e Tati Nolla)

Gislaine Rossetti faz abertura do evento (Foto: João José Carniel e Tati Nolla)

A cerimônia foi conduzida pelo jornalista e radialista Milton Jung, que sintetizou a importância do trabalho do comunicador no momento em que passamos. “Em tempos de fake news e de linchamentos reputacionais instantâneos, as ações dentro e fora das organizações devem ser guiadas pela mais severa transparência, com ética, coragem e determinação. Nunca as lideranças empresariais precisaram tanto de comunicadores que sejam, principalmente, estrategistas capazes de antecipar, na esfera da comunicação, as demandas do mercado”.

Mais de 500 convidados, entre associados, docentes, jornalistas, publicitários, comunicólogos e convidados em geral, estiveram presentes no evento. Entre eles, esteve o secretário de comunicação de Prefeitura de São Paulo, Fábio Santos, o ex-ministro da educação e professor da USP Renato Janine Ribeiro e o subsecretário de Comunicação do Governo do Estado de SP, Carlos Graieb. “O trabalho da Aberje é de relevância extrema. Nessa época de polarização e de notícias falsas, a comunicação pública é o caminho para uma administração cada vez mais transparente”, disse Graieb.

Para Roberto Baraldi, executivo de relações com a mídia da Fiat Chrysler Automobiles, “a Aberje é uma entidade que é referência na comunicação e formuladora de pensamento e tendência nessa área. Para todos nós que trabalhamos na Fiat Chrysler é muito especial estar aqui hoje”.

A Festa Dentro da Festa

Em 2017 a Aberje celebrou 50 anos, e a cerimônia do Prêmio Aberje marcou também a comemoração desta data.

Fundada em 1967 como Associação Brasileira de Editores de Revistas e Jornais de Empresa, a Aberje nasceu em uma época de regime político fechado a repressão. “Em um ambiente político de censura, o papel da Aberje era o de reforçar o valor da informação para o desenvolvimento dos funcionários e dos negócios. Meio século depois, mantendo a essência, a Aberje ampliou a discussão sobre os jornais internos para o diálogo e o relacionamento das empresas com a sociedade”, disse Hamilton dos Santos, diretor-geral da Aberje.

Entre as menções aos 50 anos, houve uma emocionante homenagem aos ex-presidentes, funcionários e ex-funcionários da Aberje, representados por Dona Anna Chala, que trabalhou por 37 anos na associação e até hoje é considerada madrinha dos maiores profissionais do setor.

Representando todos os associados, a Pirelli – empresa sócia fundadora da Aberje – também recebeu uma menção especial. Já a Universidade de São Paulo, a Syracuse University e o Valor Econômico foram homenageados representando as instituições parceiras da associação. O Projeto Aberje 50 anos só foi possível graças às empresas que o patrocinaram. Petrobras, como patrocínio master; Patrocínios da Bayer, Itaú e McDonald’s; Votorantim Cimentos como parceiro estratégico; e apoio da GM, Latam Airlines e Rhodia.

O diretor-presidente da Aberje e professor titular da USP, Paulo Nassar subiu ao palco para deixar um recado sobre o que reservam os próximos 50 anos da Associação. “Cada vez mais a Aberje vai defender a comunicação como cultura e vai advogar para que a comunicação pública seja cada vez mais republicana.”

Os melhores do ano

A grande vencedora da noite foi a Coca-Cola, que faturou o prêmio de Empresa do Ano. A cerimônia também anunciou os prêmios especiais de Mídias do Ano, Comunicadores do Ano, Trajetória em Comunicação e Educador do Ano, para os veículos e profissionais que se destacaram em seus setores de atuação. Veja abaixo todos os vencedores.

Neivia Justa, diretora de Comunicação e Responsabilidade Social Corporativa da Johnson & Johnson Consumo para a América Latina falou sobre a importância da homenagem. “É o reconhecimento de uma carreira de quase 25 anos. Especialmente esse ano representa a valorização de um projeto pessoal meu, o Onde Estão as Mulheres, por meio do qual uso minha rede e influência para trazer à tona a discussão sobre a falta de representatividade feminina em todas as instâncias da sociedade brasileira. Ser reconhecida significa que estou sendo ouvida”, disse.

Os dez Comunicadores do Ano (Foto: João José Carniel e Tati Nolla)

Os dez Comunicadores do Ano (Foto: João José Carniel e Tati Nolla)

Veja a lista dos vencedores do Prêmio Aberje

Comunicação de Marca:
B3 – BRASIL BOLSA BALCÃO

Comunicação de Marketing:
GOCIL SEGURANÇA E SERVIÇOS

Comunicação de Programas Voltados à Sustentabilidade Empresarial:
FIBRIA e NEOENERGIA

Comunicação de Programas, Projetos e Ações Culturais:
ARTERIS

Comunicação de Programas, Projetos e Ações Esportivas:
COCA-COLA BRASIL

Comunicação e Organização de Eventos:
COMPANHIA SIDERÚRGICA DO PECEM – CSP

Comunicação e Relacionamento com a Imprensa:
HOSPITAL OSWALDO CRUZ e AJINOMOTO

Comunicação e Relacionamento com a Sociedade:
ROCHE

Comunicação e Relacionamento com o Consumidor:
COLÉGIOS E UNIDADES SOCIAIS DA REDE MARISTA

Comunicação e Relacionamento com o Público Interno:
IBM DO BRASIL

Comunicação e Relacionamento com Organizações Governamentais:
CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA – CNI

Comunicação Integrada:
COELBA

Responsabilidade Histórica e Memória Empresarial:
INSTITUTO EMBRAER

Mídia Digital:
TELEFÔNICA VIVO

Mídia Audiovisual:
GRUPO MARISTA

Mídia Impressa:
COLÉGIOS E UNIDADES SOCIAIS DA REDE MARISTA

Publicação Especial:
SAP BRASIL

Veja a lista das Mídias do Ano

Informação:
Grupo Globo De Publicações

Editoriais/Opinião:
Folha De S. Paulo

Revista Segmentada:
Plurale

Segmentada Digital:
Jornalistas & Cia

Mídia Digital Especializada:
JOTA

Conteúdo de marca/Branded Content:
VICE e Media Lab Estadão

Veja a lista dos dez Comunicadores do Ano

Adriana Lutfi (Mercado Livre)

Adriano Stringhini (Sabesp) – *2º lugar na votação pela audiência

David Grinberg (McDonald’s) – *1º lugar na votação pela audiência

Fábio Caldas (CPFL)

Mauro Segura (IBM) – *3º lugar na votação pela audiência

Mirka Schreck (Vale)

Neivia Justa (Johnson & Johnson)

Othon de Villefort Maia (AngloGold Ashanti)

Paulo Pereira (Bayer)

Roberto Baraldi (Fiat Chrysler Automobiles)

Trajetória em Comunicação
Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural

Educador do Ano
Diego Wander, professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Empresa do Ano
Coca-Cola Brasil

Barra Patrocinio-01