×

Sofitel Bogotá Victoria Regia é primeiro hotel da Accor 100% livre de plástico na AL

Rede Aberje

Graças a uma estratégia que começou a ser implementada há meses, com o objetivo de evitar o uso de plástico descartável, o hotel Sofitel Bogotá Victoria Regia é hoje um exemplo na América do Sul. Este resultado é fruto de um trabalho conjunto entre os diferentes departamentos envolvidos na operação, como compras, alimentos e bebidas, empregada doméstica, talento humano e manutenção. A iniciativa não se reflete apenas na experiência positiva do cliente, mas é rentável para uma indústria que tem uma grande responsabilidade ambiental. A Accor é associada da Aberje.

O maior impacto dessas novas diretrizes é registrado na área de alimentos e bebidas. Os recipientes de plástico onde a comida para viagem é oferecida, assim como os talheres e copos, foram substituídos por recipientes biodegradáveis ​​à base de amido de milho. “A principal característica deste material é que ele vem da natureza e retorna para ela. Além disso, é um material resistente a baixas e altas temperaturas, tem uma aparência agradável e mantém aromas e sabores”, explica David Kianni, gerente geral do hotel.

Da mesma forma, canudos e misturadores de plástico foram trocados por papel e bambu, respectivamente, e são oferecidos apenas a pedido do cliente. Suas vantagens são que eles não perdem rigidez na água e levam muito menos tempo para se decompor do que os modelos tradicionais de plástico.

A mudança, da mesma forma, é percebida no fornecimento de água. As garrafas plásticas foram completamente eliminadas. Agora os hóspedes têm garrafas de vidro ou a água filtrada “Natura”, oferecida em uma máquina de tripla filtração com a mais recente tecnologia.

Os quartos do hotel Sofitel Bogotá Victoria Regia não escapam desta revolução, onde é possível encontrar medidas como a substituição de garrafas plásticas por garrafas de vidro. Além disso, o hotel foi mais longe porque solicita ao seu fornecedor que reciclem e reaproveitem esses recipientes. “Como parte do nosso compromisso com a sustentabilidade, a água que não é consumida nas garrafas é coletada diariamente. Ao invés de ser descartada, ela é usada para regar plantas e flores do hotel. Isso, por sua vez, também reduz o desperdício”, diz Kianni.

O serviço de lavanderia e kits de higiene também ganharam inovações. Os protetores de roupas não são mais de plástico, mas sim de pano, o que permite que eles sejam reutilizados. Já os itens de higiene como kit dentário ou toucas de banho, são embalados em papel kraft, revestidos com ácido polilático, que é um polímero biodegradável. E os chinelos são acomodados em sacos de pano.

Na academia, as garrafas de água deram o seu lugar a um dispensador e copos à base de amido de milho. Além disso em todas as áreas do hotel há filtros de água para evitar o consumo de garrafas de plástico.

AÇÕES PARALELAS – Atualmente, o hotel Sofitel Bogotá Victoria Regia desenvolve ainda ações em paralelo que visam atingir seus objetivos sustentáveis. De acordo com Kianni foram criadas as “Fresh Farm Fridays” para apoiar os agricultores nacionais e promover o consumo inteligente. Essa iniciativa consiste em oferecer, toda sexta-feira, um cardápio com produtos frescos comprados no mercado local.

Ao mesmo tempo, o hotel tem o “Jardim de Ervas e Vegetais do Chef”, uma horta orgânica localizada no terraço do segundo andar, próxima da cozinha, onde produtos frescos são usados ​​para preparar alimentos com o intuito de promover a saudabilidade em pratos e ingredientes que vão diretamente do campo para a mesa do cliente.

Como a água é um recurso valioso, também foram instalados redutores de consumo em todas as torneiras. Só nesta ação, o hotel reduziu de 200 litros para 100 litros o consumo de água por pessoa.

Essas iniciativas também incluem o reaproveitamento de sabonetes e xampus. A Fundação Soap For Hope, que ensina como desinfetar e criar novos produtos a partir da sobra desses itens, ajuda o hotel a doar esse material para instituições de caridade, ao invés de jogá-lo fora.

O hotel também obteve resultados positivos na redução do desperdício de alimentos. A casca de laranja, por exemplo, é usada para fazer compotas e pão (não servidos no café da manhã) na preparação do pudim de pão. Os funcionários, também comprometidos com esse propósito, controlam o desperdício de alimentos mesmo quando não estão trabalhando. Neste indicador, o hotel fez um progresso significativo para atingir a meta de 30%.