Instituto Votorantim_Museus-visitaescolas

Os museus brasileiros receberam, em 2016, quase 29 milhões de visitantes, segundo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), instituição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC). A pesquisa (clique aqui para conferir o PDF) foi feita com 920 instituições por meio da aplicação do Formulário de Visitação Anual (FVA).

De um total de 3.634 museus, 980 responderam o FVA – 60 informaram não realizar contagem de público. Foram 433 no Sudeste, 275 na região Sul, 172 no Nordeste, 59 no Centro-Oeste e 41 no Norte. No estado de São Paulo, um projeto pioneiro está possibilitando que estudantes, seus familiares e professores da rede pública visitem museus da capital, aliando cultura e educação em uma única experiência. Muitos estão tendo a oportunidade, pela primeira vez, de conhecer um museu.

Realizado pela Associação Parceiros da Educação, com apoio da Tomara! Educação e Cultura, o projeto Conexões Culturais: museu, comunidade e escola, está levando, entre os meses de setembro e dezembro, 3,5 mil pessoas entre estudantes, professores e familiares de diferentes municípios a quatro museus localizados na capital paulista. No total, serão realizadas 80 visitas educativas nos museus Pinacoteca de São Paulo, Museu Afro Brasil, Memorial da Resistênciade São Paulo e Museu da Imigração do Estado de São Paulo. Atualmente, não há um programa cultural específico para escolas públicas no Estado de São Paulo voltado à visitação em museus. “Os quatro museus foram selecionados para possibilitar o alinhamento das visitas ao conteúdo curricular e fomentar debates entre os estudantes participantes”, explica a diretora executiva da Parceiros da Educação, Lúcia Fávero.

Participam das visitas estudantes dos Anos Finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, pais, responsáveis e professores de 20 escolas estaduais que já contam com o apoio da Parceiros da Educação localizadas na capital e região metropolitana, além de escolas das cidades de Santos, Americana, Campos do Jordão, Praia Grande, Ibiúna, Pindamonhangaba e São José dos Campos.

De acordo com as gestoras do projeto, as visitas pretendem despertar o interesse dos estudantes pela arte e pelos acervos dos museus paulistas, incentivar a valorização do patrimônio cultural do Estado e promover a experiência entre familiares e estudantes em conhecerem estes espaços da cidade. As visitas das famílias, por exemplo, acontecem em dias específicos e o roteiro educativo tem uma abordagem direcionada a esse público.

O Projeto Conexões Culturais: museu, comunidade e escola é uma realização da Parceiros da Educação e da Tomara! Educação e Cultura por meio do Programa de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo (ProAC/ICMS – Governo do Estado de São Paulo) e conta com o patrocínio do associado da Aberje, Instituto Votorantim, e apoio da também associada Suzano Papel e Celulose e do Grupo Pereira.