×

MercadoLivre registra receita líquida de US$ 154,3 mi no segundo tri de 2015 e 30,2 mi de itens

MercadoLivre – a maior empresa de tecnologia para comércio eletrônico da América Latina – reporta os resultados financeiros do segundo trimestre deste ano, terminado em 30 de junho de 2015.

A quantidade de itens vendidos no trimestre cresceu 27,8% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 30,2 milhões de itens. O volume transacionado na plataforma (GMV – Gross Merchandise Volume) foi de U$ 1,65 bilhão, um crescimento de 84,6% em moeda constante e queda de 8,4% em dólares – resultado das variações cambiais ocorridas na região no período de um ano. A receita líquida da companhia cresceu 17% em dólares, totalizando US$ 154,3 milhões. Em moeda constante, o crescimento foi de 88,3%. A receita líquida contabilizada no período de janeiro a junho de 2015 (1° semestre do ano) chegou a US$ 302,4 milhões ou 22% de crescimento anual em dólares.  

Segundo Stelleo Tolda, Vice Presidente de Operações do MercadoLivre (COO), "os resultados mostram o forte desempenho do nosso modelo de negócios. Nosso objetivo é o crescimento de longo prazo: vamos seguir com investimentos para proporcionar uma melhor experiência para o usuário com o uso de serviços de pagamentos, financiamento e logística agregados ao marketplace".

MercadoPago, unidade de negócios de pagamentos da companhia, se destacou pelo sétimo trimestre seguido nos resultados, totalizando um recorde 18,1 milhões de transações, um crescimento de 75,8% comparado com o mesmo período de 2014. O volume total de pagamentos foi de US$ 1,2 bilhão, crescimento de 53,5% em dólares e de 108,3% em moeda constante. O uso de MercadoPago por vendedores de fora do marketplace foi um dos principais motivos deste crescimento, com aumento de 73% em dólares e 108% em moeda constante. Já a participação de MercadoPago dentro do marketplace MercadoLivre cresceu para 57% no período, ou 23 pontos percentuais de aumento em relação ao segundo trimestre do ano passado. Este desempenho foi favorecido pelo lançamento de MercadoPago no Chile e o crescimento da oferta de financiamento (parcelado sem juros) aos vendedores do Brasil, México e do próprio Chile.

Brasil – Principal país para os negócios da companhia, o Brasil registrou, de janeiro a junho de 2015, receita líquida de US$ 141,3 milhões, crescimento de 22% em relação ao primeiro semestre do ano passado. "Este é um  resultado excelente em um país que passa por um período desafiador  no cenário macroeconômico", reforça Stelleo Tolda.

Alguns destaques dos resultados financeiros do segundo trimestre de 2015:

  • MercadoEnvios, unidade de negócios de serviços de envios do MercadoLivre, foi lançada na Colômbia no período. Até o fim do trimestre, mais de 40% de todos os itens vendidos no Brasil, Argentina, México e Colombia foram enviados por MercadoEnvios;
  • Mais de mil marcas e grandes varejistas estão vendendo no marketplace, em sete países, no formato de Lojas Oficiais;
  • Em 1 de abril, o MercadoLivre adquiriu no Brasil 100% da sociedade da companhia KPL Soluções Ltda., a maior empresa de desenvolvimento de software ERP para o e-commerce no país. A aquisição permitirá ao MercadoLivre oferecer mais uma solução de profissionalização de vendas aos vendedores do marketplace;
  • Em 22 de abril, a companhia adquiriu 100% das ações da Metros Cúbicos, S.A. de C.V., empresa de classificados de imóveis no Mexico, com o objetivo de consolidar a posição do MercadoLivre naquele país.

O relatório completo está na página de investidores do MercadoLivre: http://investor.mercadolibre.com