×

Mastercard aproxima meninas ao universo da tecnologia em mais uma edição do Girls4Tech

Rede Aberje

A Mastercard – empresa associada da Aberje – promoveu, pela quarta vez no Brasil, o programa Girls4Tech. O evento, que teve objetivo de estimular o interesse de meninas de 8 a 12 anos pelas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, foi realizado no Museu Catavento, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, como parte da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia. Cerca de 200 meninas das ONGs Inspiring Girls e AFESU participaram das atividades de forma totalmente gratuita. Além disso, este ano a participação também foi aberta para as crianças que visitarem o museu.

Criado em abril de 2014, o Girls4Tech tem o objetivo de inspirar jovens a seguirem carreiras STEM (science, technology, engineering and math) por meio de um currículo divertido e envolvente, construído em torno dos padrões globais de ciência e matemática. O programa incorpora a expertise da Mastercard em tecnologia e inovação e inclui tópicos como criptografia, detecção de fraudes, análise de dados e convergência digital. O programa já beneficiou mais de 400 mil meninas em 25 países.

A programação da edição brasileira deste ano teve baterias de exercícios de convergência digital, algoritmos e criptologia, realizadas por meios de elementos lúdicos que fazem alusão às ações realizadas por profissionais no cotidiano. Além disso, as participantes fizeram visitas guiadas ao Museu. As garotas contam com mentoria de mais de 50 funcionários voluntários da Mastercard para a realização dos exercícios. “Queremos mostrar para essas meninas que elas podem trabalhar com o que quiserem. Globalmente, temos o objetivo de atingir 1 milhão de meninas até 2025, e estamos no caminho certo. Da edição brasileira passada para cá, aumentamos em quase 10 vezes o número de crianças participantes”, comenta Sarah Buchwitz, Vice-Presidente de Marketing e Comunicação da Mastercard Brasil e Cone Sul. “Com ações como o Girls4Tech, esperamos inspirar muitas carreiras futuras em tecnologia”, finaliza.

O panorama global mostra a necessidade de se investir mais em ações para a equidade de gênero em áreas de tecnologia. Cibersegurança e inteligência artificial (IA) são dois dos campos de tecnologia mais importantes da atualidade, no entanto, um estudo do Fórum Econômico Mundial indicou que apenas uma em cada 20 meninas opta por uma carreira nas áreas de STEM.