fbpx
×

Jovens profissionais cearenses dão início ao Programa de Trainee da CSP

Rede Aberje

A CSP, empresa associada da Aberje, deu início, esta semana, às atividades de integração dos novos trainees. A acolhida incluiu uma visita guiada à siderúrgica e diversos treinamentos de desenvolvimento profissional. Os novos trainees contribuirão com as áreas de Redução, Aciaria, Energia, Metalurgia e Qualidade, Manutenção, Marketing, Suprimentos, Tecnologia da Informação e Financeiro da CSP. Durante a semana, eles também conheceram os seus mentores e tiveram a oportunidade de ouvir palavras de líderes da empresa.

Morgana Oliveira Silva, 22 anos, nasceu e mora no distrito de Guaribas, em São Gonçalo do Amarante. Ela é recém-formada em Sistema da Informação e viu no Programa Trainee CSP uma grande oportunidade. “A CSP é uma empresa de referência, onde todo mundo sonha entrar. Cada fase do processo seletivo aumentava a minha ansiedade, mas foi muito bom participar. Isso não tem preço”, compartilhou. Morgana faz parte dos 30 profissionais, formados entre 2017 e 2019, selecionados para a segunda edição do Programa Trainee CSP. Todos residem no Ceará e 22 deles nasceram no Estado.

Ao longo de um ano, Morgana e seus colegas terão a oportunidade de se desenvolver profissionalmente por meio de treinamentos técnicos, atuação em projetos, trabalho em equipe e mentoria com profissionais de grande vivência no setor siderúrgico. Os selecionados receberão salário compatível com mercado, transporte, refeição na empresa, vale alimentação, plano de saúde, plano odontológico e seguro de vida.

A primeira turma do Programa Trainee CSP, em 2018, contou com 26 participantes. Deste total, 22 foram efetivados, posteriormente, como novos analistas da CSP, ou seja, cerca de 84%. Segundo o Júlio Fonseca, analista de Recursos Humanos da CSP, o programa Trainees CSP é o banco de talentos da empresa para as futuras vagas com necessidade de conhecimento específico nos processos. “Nós temos um ótimo retorno dos setores a respeito dos participantes. Eles têm apresentado projetos fantásticos e muito bem avaliados”, relatou.

Para a Thaisa Franco, 29 anos, residente na Taíba, em São Gonçalo do Amarante, a expectativa é a de poder exercer tudo o que ela aprendeu na faculdade. Formada em Engenharia Metalúrgica, ela conta que queria muito uma oportunidade na CSP. “Todo mundo que pega uma oportunidade como essa faz valer a pena. As pessoas falam o quanto têm vontade de trabalhar na CSP e, muitos vizinhos, quando souberam, me parabenizaram”, disse. A primeira semana de integração já tem surpreendido a Thaisa. “Aqui é tudo muito novo, equipamentos e estrutura. E também observei a humanização que há aqui. Além disso, estamos vivenciando como é cada área no quesito meio ambiente e segurança”, compartilhou.

Para Vitor Leão, 25 anos, morador de Fortaleza, o maior atrativo para se inscrever no programa é o fato de a empresa reunir muitos benefícios, a exemplo da oportunidade de crescimento. “Para um engenheiro metalurgista, trabalhar em uma siderúrgica desse tamanho, é um sonho. Todos sabem da dificuldade do processo seletivo, que é muito longo, com entrevistas e dinâmicas. Quando chega a notícia de que você passou, é uma sensação muito grande de realização”, disse o novo trainee da CSP.

Ao conhecer a empresa, o impressionou a importância dada pela siderúrgica à segurança de todos. E complementa: “a boa forma como os funcionários tratam a gente, com respeito, alegria e simpatia, é algo que também me chamou bastante atenção”.