×

João Carlos Martins leva o Orquestrando o Brasil para a Paraíba

Idealizado pelo maestro João Carlos Martins e desenvolvido em parceria com a Fundação Banco do Brasil, SESI/SP e FIESP, o Orquestrando o Brasil é uma plataforma digital que visa disseminar conteúdos, oferecer capacitação para regentes e músicos, além de ser uma ferramenta para a troca de conhecimento, construindo uma relação permanente e online de suporte e informação. A plataforma dá apoio para que, a partir dos recursos humanos e físicos de cada comunidade, os envolvidos possam liderar um movimento de expansão ou consolidação da música local. Um canal de comunicação, informação e interação, que tem o objetivo de unir os músicos do país. A Fundação BB e a Fiesp são instituição associadas da Aberje.

Mais do que uma plataforma, o Orquestrando o Brasil é um projeto de mobilização social através da música, melhorando a interlocução dos regentes e coordenadores com os poderes públicos e a sociedade, apresentando novas oportunidades de atuação e unindo os músicos em prol de uma causa única.

O projeto que já agrega 150 grupos, reunindo aproximadamente 5 mil músicos, chega à Paraíba. No próximo sábado, o maestro se reunirá com regentes e coordenadores culturais para explicar como funciona o projeto e conhecer um pouco do trabalho realizado na região. O encontro será realizado no Teatro Santa Roza, em João Pessoa.

Além do encontro com regentes, de 28 a 30 de novembro, o maestro aproveitará também para conhecer alguns projetos sociais, voltados para a área de música, nas cidades de João Pessoa e Santa Rita. Os projetos são: CEFEC-PB, em Marcos Moura, Santa Rita, que atende cerca de 600 crianças e jovens de baixa renda; a unidade do PRIMA, também em Marcos Moura, projeto do Governo do Estado da Paraíba que atende mais de mil crianças e jovens, em 15 polos espalhados pelo estado; dois polos do projeto Ação Social pela Música, apoiado pela Prefeitura de João Pessoa, em Mangabeira e Alto do Mateus; oprojeto Uma Nota Musical que Salva, que desde 2011 atua em Mandacaru, na terceira comunidade mais violenta de toda região nordeste do Brasil; além da Banda Marcial Padre Nicola Mazza e o Projeto Ciranda, em Alto do Mateus.

 

 

Serviço:

Encontro com Maestros e Coordenadores Culturais

Sábado, 1º de dezembro

das 10h30 às 11h30

Teatro Santa Roza (Praça Pedro Américo, s/n – Centro)