ƒ Iniciativa evita o uso de um milhão de copos plásticos em um ano, no edifício-sede da Petrobras Distribuidora – Portal Aberje
×

Iniciativa evita o uso de um milhão de copos plásticos em um ano, no edifício-sede da Petrobras Distribuidora

Rede Aberje

Na Semana do Meio Ambiente, em 2018, foi lançado um desafio para a força de trabalho da Petrobras Distribuidora, empresa associada da Aberje, lotada no edifício-sede da Companhia, no Centro do Rio: substituir os copos de plástico usados para beber água ou cafezinho por copos e canecas de vidro, trazidos de casa. O balanço feito após um ano mostra que a iniciativa valeu a pena: 1 milhão de copos deixaram de ser descartados no lixo, nesse período.

 

 

Para mobilizar e conscientizar 2,8 mil empregados e prestadores de serviço que diariamente circulam no prédio, pilhas de copos plásticos, recolhidos nas copas dos noves andares do edifício nas semanas anteriores, foram deixadas no hall do térreo. “A visão das montanhas de copinhos que eram jogados fora diariamente provocou impacto e contribuiu para a adesão ao corte do uso desse tipo de material”, explica Gustavo Ferro, gerente de Comunicação, Marcas e Sustentabilidade da Petrobras Distribuidora.

UPCYCLING – E para esta Semana do Meio Ambiente de 2019, a ação que está engajando a força de trabalho é a venda, na loja-conceito BRMania instalada no edifício-sede, de produtos feitos a partir de upcycling (reaproveitamento) de coletes promocionais das campanhas nos Postos Petrobras e da BR Aviation (marca com que a Petrobras Distribuidora atua no segmento de aviação), além de retalhos de roupas. São ecobags e kits porta-canudos, com canudos e limpadores, produzidos por moradoras de comunidades e presidiárias do Rio de Janeiro treinadas pela startup Karibu.

Essas iniciativas vão ao encontro de diversas ações previstas na Agenda de Sustentabilidade da BR, com foco nos compromissos para a redução das emissões de gases do efeito estufa e dos impactos socioambientais dos negócios da companhia; na geração de impacto positivo na mobilidade das pessoas; na ampliação do uso de energias renováveis nos negócios; na promoção do consumo consciente e ambiente de negócios ético e sustentável, e o estabelecimento de parcerias visando à geração de valor compartilhado.